Palmeiras agiliza acordo com Pirelli

O projeto palmeirense para a conquista do título do 2º Mundial Interclubes da Fifa começa a ganhar corpo. O presidente Mustafá Contursi apresentou nesta terça-feira um plano que pretende levar 3 mil torcedores à Espanha para acompanhar a equipe no torneio, entre os dias 28 de julho e 12 de agosto. No início da próxima semana o dirigente também pretende fechar o contrato de dois anos com um novo patrocinador. As negociações com a Pirelli estão adiantadas.O pacote não pára por aí. A pedido do técnico Celso Roth, a contratação de pelo menos mais um reforço para o time também está sendo analisada pela diretoria. O meia Juninho Pernambucano, ex-Vasco, continua sendo o nome preferido.A prioridade do momento, no entanto, é fechar as negociações com a Pirelli. Os valores não são mantidos em sigilo. "Acreditamos estar próximos de concluir as negociações", disse Contursi.Segundo uma fonte ligada ao clube, o Palmeiras diminuiu suas pretensões financeiras e a Pirelli aumentou sua oferta inicial, o que deixou o acordo próximo de ser fechado.Desde o final do contrato com a Parmalat, em dezembro, o Palmeiras está sem patrocinador. As propostas que foram feitas ao clube previam acordos de curto prazo, aproveitando apenas a oportunidade proporcionada pelo Mundial, torneio que será transmitido pela TV para cerca de 100 países.Contursi exige um acordo de dois anos, e, se possível, mais amplo do que um simples patrocínio de camisa. O maior sonho da atual administração do Palmeiras continua sendo a reforma e cobertura do Estádio Palestra Itália.Mustafá Contursi embarca dia 22 para a Espanha. Ele inspecionará as dependências do centro de treinamentos do Atlético de Madrid, na capital espanhola, que serão utilizadas pelo time durante o Mundial. O dirigente também escolherá o local onde será instalada a Casa Palmeiras, local de recepção a torcedores e de divulgação de informações sobre o clube. "Vamos escolher um ponto de grande circulação de público na zona central da cidade", disse Mustafá.Os ex-jogadores Leivinha e Luiz Pereira serão os "embaixadores do Palmeiras" na Espanha. Eles jogaram no Atlético de Madrid e terão a missão de convencer os simpatizantes do clube espanhol a torcer pelo Verdão. "Os torcedores do Atlético estarão ao nosso lado", prometeu Luiz Pereira.Pacote - A venda de pacotes turísticos para o Mundial está sendo feita por quatro operadoras - Agaxtur, Nikkey Travel Service, Tour House e Planeta Brasil Turismo e Viagens. Os planos, com preços entre US$ 2,3 mil e US$ 5,6 mil, incluem passagens aéreas, 16 noites em hotéis, traslados, ingressos para os jogos e viagens.O Mundial será disputado por 12 clubes. O Palmeiras integra a chave B, ao lado de Galatasaray (Turquia), Al Hilal (Arábia Saudita) e Olímpia (Honduras). A sede da primeira fase é Madri, com jogos no Estádio Vicente Calderón. Se passar à semifinal como campeão de seu grupo, o time brasileiro jogará em La Coruña. Caso se classifique como o melhor segundo colocado, jogará no Santiago Bernabeu, em Madri.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.