Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Palmeiras aguarda registro para Cleiton Xavier ser apresentado

Clube aguarda documentos do Metalist, da Ucrânia, para oficializar o acerto com o jogador, que já treina com os novos companheiros

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2015 | 15h35

O meia Cleiton Xavier já treina com o Palmeiras desde o começo deste mês de fevereiro, mas ainda não foi apresentado oficialmente e seu nome não consta no registro de atletas do clube. Entretanto, isso não significa que o acordo não está definido. O problema é que a diretoria ainda aguarda o CTI (Certificado de Transferência Internacional) para poder, enfim, apresentar o atleta.

A ideia é que o meia faça sua reestreia pelo clube no dia 4 de março, quando o Palmeiras enfrenta o Vitória da Conquista, da Bahia, pela Copa do Brasil. Até lá, a documentação deve estar acertada. "Se ele estiver em condições de jogo na Copa do Brasil, vai ter oportunidade de jogar com certeza. Até porque, depois a gente joga só após um mês. É muito tempo", explicou o técnico Oswaldo de Oliveira.

O jogador, inclusive, participou do treinamento coletivo do Palmeiras na manhã desta sexta-feira no time reserva. Como não foi inscrito no Campeonato Paulista, ele só poderá atuar na Copa do Brasil e na próxima fase do Estadual.

O Metalist ainda não enviou os documentos atestando a liberação do jogador porque Cleiton deixou o clube ucraniano após entrar na Justiça alegando falta de pagamento de salários. O CTI é um registro onde o ex e o atual clube do atleta precisa cadastrar a transferência, independentemente da forma como ela tenha acontecido. Neste caso, como o meia saiu após disputa judicial, a Fifa deve interferir para garantir a transferência.

Existe a expectativa que na semana que vem ele consiga, enfim, acertar a situação e ser apresentado como reforço do Palmeiras. Cleiton deve ficar com a camisa 8, que estava com Mendieta, emprestado ao Olímpia, do Paraguai. 

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolCleiton Xavier

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.