Palmeiras ainda evita falar sobre o líder Grêmio

Vanderlei Luxemburgo lembra que time tem que vencer seus jogos, independente dos resultados dos gaúchos

Redação,

22 de setembro de 2008 | 08h52

Apesar de estar um ponto atrás do líder Grêmio, o técnico Vanderlei Luxemburgo não quer que os jogadores do Palmeiras pensem no rival gaúcho. Para o treinador, o time precisa manter o ritmo nos próximos jogos sem se importar com os resultados dos rivais.  Veja também: Palmeiras derrota o Vasco e encosta ainda mais no Grêmio Brasileirão Série A - Classificação Brasileirão Série A - Calendário/Resultados Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Ouça os gols do jogo no Território Eldorado Bate-Pronto: Mudou, mas continua na mesma No próximo domingo, 28, o Palmeiras pega o Náutico no Recife. Antes, na quarta-feira, tem uma partida no Peru, contra o Sport Ancash, pela Copa Sul-Americana - os jogadores reservas devem atuar na competição da Conmebol. "Eu não quero comentar sobre o Grêmio", afirmou Luxemburgo após a vitória sobre o Vasco por 2 a 0 no Palestra Itália. "Não adianta pensar nos rivais. Se quisermos algo, temos de fazer a nossa parte, sem se importar com o resto." Para Luxemburgo, o Brasileirão caminha para uma reta decisiva e qualquer ponto pode fazer a diferença no final. "Já completamos dois terços do torneio. Os times que brigarão pelo título já estão definidos. Agora é o momento de atuar com a inteligência". Mesmo com o Brasileirão como prioridade, Luxemburgo não quer deixar a Copa Sul-Americana de lado. "Temos de pensar nos dois campeonatos. Para isso vou me reunir com a comissão técnica e definir os atletas que atuarão em Lima." O Palmeiras treina na tarde desta segunda-feira no CCT da Barra Funda. O embarque para o Peru acontece na terça de manhã. O jogo contra o Ancash será realizado na noite de quarta-feira, às 22 horas pelo horário de Brasília. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.