Palmeiras ajudou vitória corintiana

Para o lateral-direito Rogério, a explicação para a fácil vitória do Corinthians sobre o The Strongest nesta terça-feira, pela Libertadores, está no jogo anterior do time, no sábado passado. "A vitória no fim de semana sobre o Palmeiras (por 4 a 2) uniu bastante o grupo e deu força para a gente jogar como jogou contra os bolivianos", disse o jogador. "Agora é manter essa união para enfrentar o São Paulo", completou, lembrando da primeira partida da final do Paulista, no domingo.O técnico Geninho, mais ponderado, acredita que o Corinthians foi afobado contra o The Strongest e poderia ter definido a vitória já no primeiro tempo. "Se tivéssemos tocado melhor a bola, não teríamos deixado o jogo equilibrar como equilibrou depois que eles fizeram o gol", afirmou o treinador.Para Geninho, essa vitória e boa campanha na Libertadores irão ajudar o Corinthians na final do Campeonato Paulista. "O São Paulo é um time forte, não dá para comparar com o The Strongest, com todo respeito a eles. Domingo, o jogo vai ser bem mais difícil, mas não dá para negar que o grupo ganha confiança e vai embalado para a final", avaliou o técnico, que, no entanto, fez uma ressalva. "A gente só não pode esquecer que agora vem outra competição e em todas elas a gente tem que conseguir bons resultados, porque a torcida cobra isso." Independente do campeonato que está disputando, o atacante Liedson já caiu nas graças da torcida corintiana. "Estou me sentindo cada vez melhor no Corinthians e pretendo evoluir ainda mais", prometeu o jogador, que marcou o quarto gol do time na vitória desta terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.