Palmeiras apela para psicóloga para vencer o São Paulo

Com a crise instalada por causa dos últimos maus resultados - inclusive uma goleada contra o Figueirense por 6 a 1 - e a conseqüente demissão do treinador Emerson Leão, a diretoria e a comissão técnica do Palmeiras querem usar o que for possível para sair do momento turbulento pelo qual time passa e vencer o clássico contra o São Paulo, nesta quarta-feira, no Palestra Itália, pela rodada de ida das oitavas-de-final da Copa Libertadores da América. Uma das táticas será uma palestra da psicóloga Suzy Fleury (especialista em psicologia esportiva), nesta terça, em Atibaia, onde o elenco se prepara para a partida.Uma das pessoas que mais pediram a ajuda de Suzy Fleury foi o treinador interino Marcelo Vilar. Depois do treinamento da segunda, ainda na Academia de Futebol, o técnico já falava da possibilidade de contar com a psicóloga. "Embora seja leigo, estou fazendo o papel de psicólogo, mas pretendo fazer contato com a Suzy Fleury (especialista em psicologia esportiva) para me ajudar. O principal é conscientizar os jogadores de que são capazes", disse.Com relação ao novo treinador, a diretoria continua na busca por alguém para substituir Emerson Leão. No entanto, já pode riscar da lista um dos nomes mais cotados inicialmente. Com boa campanha no Goiás, Geninho já declarou que não pretende deixar o clube da região Centro-Oeste. "Tenho um projeto no Goiás e quero continuá-lo. Não tenho interesse em sair daqui e ir para o Palmeiras ou para qualquer outro clube", afirmou, em entrevista para o programa Redação SporTV.Em Atibaia, o elenco realizará apenas um treinamento, na tarde desta terça, quando Marcelo Vilar definirá a equipe titular. A tendência é o técnico interino manter a escalação utilizada no coletivo de segunda com as entradas de Juninho Paulista e Ricardinho. O time que deverá começar o jogo contra o São Paulo é: Sérgio; Paulo Baier, Gamarra, Daniel e Michael; Marcinho Guerreiro, Correa, Juninho Paulista e Ricardinho; Edmundo e Washington.

Agencia Estado,

25 de abril de 2006 | 12h09

Tudo o que sabemos sobre:
libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.