Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Palmeiras apenas empata com a Portuguesa por 1 a 1

Armero volta a errar no gol lusitano; Danilo marca no segundo tempo e evita novo vexame no Paulistão

André Rigue - estadao.com.br,

04 de fevereiro de 2010 | 18h59

Falta de energia. Falta de confiança. Falta de atacante. Falta de vitória. Esta foi a tarde de quinta-feira para o Palmeiras. No pesado gramado do Palestra Itália, o alviverde apenas empatou com a Portuguesa por 1 a 1, pela sexta rodada do Campeonato Paulista, e só chegou aos nove pontos da tabela, numa posição intermediária.

 

Veja também:

link Muricy Ramalho aprova atuação

linkArmero não tem explicação para nova falha

link Portuguesa lamenta empate

lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

 

Por sua vez, a Portuguesa completou o quarto jogo sem vitória e somou oito pontos.

 

O jogo no Palestra foi marcado pela falta de luz, ocasionada pela chuva. As cabines de imprensa ficaram no escuro, mas o jogo não foi prejudicado, uma vez que não precisou da luz dos refletores. De negativo ficou a falta do Hino Nacional, que não foi executado.

O primeiro tempo contou com domínio da Portuguesa. O gol lusitano foi conquistado aos 31 minutos do primeiro tempo, em nova falha do lateral-esquerdo Armero. Ainda com falta de confiança, o colombiano, que teve o apoio de jogadoras da Colômbia na arquibancada, chutou a bola no rosto de Marco Antônio na entrada da área. O rebote caiu nos pés de Luiz Carlos. Ele bateu rasteiro, na saída de Marcos, e balançou a rede.

 

Marcos completou sua partida de número 474 com a camisa do Palmeiras e entrou na lista dos 10 jogadores que mais vestiram o uniforme alviverde. O goleiro teve uma atuação decisiva na partida desta quinta-feira. Só no primeiro tempo foram pelo menos três grandes defesas do camisa 12. "O gol da Portuguesa foi uma infelicidade", resumiu.

 

Assim como no jogo contra o Corinthians, o Palmeiras criou boas oportunidades. Mas o clube sofreu com a falta de um matador para empurrar a bola para as redes. Robert e Diego Souza trabalharam mais fora da área e apareceram apenas nos cruzamentos pelo alto.

 

Assim, coube ao zagueiro Danilo marcar o gol de empate aos 7 minutos do segundo tempo. Após cruzamento na área, o goleiro Fábio tentou a defesa e a bola caiu nos pés do camisa 23. Sem pensar, Danilo soltou a bomba e guardou a bola no canto.

Após conquistar o empate, o Palmeiras se empolgou e se lançou para o ataque. Aos 31 minutos, Diego Souza driblou e arriscou de fora - acertou a trave direita de Fábio.

 

O técnico Muricy Ramalho colocou Lenny aos 32, na vaga de Robert. O retorno trouxe até o sol novamente ao Palestra. Mas o Palmeiras não conseguiu virar.

 

PALMEIRAS 1 X 1 PORTUGUESA

PALMEIRAS - Marcos; Figueroa, Edinho, Danilo e Armero; Pierre, Márcio Araújo, Deyvid Sacconi e João Arthur (Willian); Diego Souza e Robert (Lenny). Técnico: Muricy Ramalho

PORTUGUESA - Fábio; Paulo Sérgio, Domingos, Preto Costa e Fabrício; Acleisson, Marcos Paulo, Marco Antônio e Athirson (Henrique); Heverton (Gustavo Biscayzacú) e Luiz Carlos (Zé Leandro). Técnico: Vágner Benazzi.

GOLS - Luiz Carlos, aos 31 minutos do primeiro tempo; Danilo, aos 7 minutos do segundo tempo

AMARELOS - Acleisson, Preto Costa e Marcos Paulo

VERMELHO - Preto Costa

PÚBLICO E RENDA - 6.533 pagantes (R$ 170.250,00)

LOCAL - Palestra Itália, em São Paulo

ÁRBITRO - Marcelo Rogério

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.