Divulgação/Ag. Palmeiras
Divulgação/Ag. Palmeiras

Palmeiras aposta em revelação que foi moeda de troca de Cleiton Xavier

Atacante Yan é promovido para elenco profissional e aguarda oportunidade com Felipão

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

04 Janeiro 2019 | 04h30

O elenco do Palmeiras começou a temporada 2019 com o atacante Yan, de 20 anos, como uma das novidades. O jogador é o único a ter sido promovido da base para o elenco profissional e agora, nesta nova fase, ele sonha com oportunidades e conquistar um espaço que tem sido raro no clube. Nos últimos anos as jovens revelações tiveram pouca oportunidades no time.

Yan foi revelado pelo Vitória e está no Palmeiras desde 2017. A vinda dele foi viabilizada em uma operação que incluiu a troca do meia Cleiton Xavier, que acabou cedido ao time nordestino em definitivo. O jovem atacante já era observado pelo coordenador das categorias de base em clube, João Paulo Sampaio, que também veio justamente do Vitória.

O jovem jogador tem passagens pela seleção brasileira de base. Apesar das boas atuações e da participação em campanha de título, como do Brasileiro sub-20, Yan sofreu com lesões. Em 2018 ele começou a treinar com mais frequência no elenco profissional e até chegou a ser relacionado para ficar entre os reservas na partida contra o Paraná, no Allianz Parque.

Com contrato até 2023, Yan estourou o limite da idade para jogar nas categorias de base, mas ganhou chance de ser promovido depois de o técnico Luiz Felipe Scolari ter aprovado sua atuação nos treinamentos. A tendência é o atacante ganhar algumas oportunidades durante o Campeonato Paulista, competição que não será tratada como prioridade pela diretoria.

Yan terá como desafio superar uma marca consolidada no Palmeiras nos últimos anos de aproveitar pouco as revelações da base. Em 2017, por exemplo, o volante Gabriel Furtado foi a revelação a ter atuado por mais tempo no Campeonato Brasileiro, com 45 minutos em campo. No ano passado o atacante Artur foi atrapalhado por lesões e só fez cinco partidas no Brasileiro.

A temporada começou com o anúncio oficial de empréstimos de jogadores vindos da base. O próprio Artur deve ir para o Bahia, assim como o zagueiro Pedrão e o meia Vitinho, que não tiveram chances em 2018, devem ser cedidos ao Bahia.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.