Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Palmeiras aposta na força da torcida para superar o Bragantino

Se vencer neste sábado, em Bragança Paulista, Alviverde pode subir contra o São Caetano, na próxima rodada

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

19 de outubro de 2013 | 07h30

SÃO PAULO - Faltam apenas duas vitórias para o Palmeiras, enfim, acabar com o martírio e garantir o retorno à Série A. Por isso, chegou a hora da torcida deixar de lado as críticas e “se fechar” com o time. Com este discurso, o técnico Gilson Kleina espera apoio total para enfrentar o Bragantino neste sábado, em Bragança Paulista. A derrota para o Icasa por 1 a 0 ainda não foi esquecida pelos palmeirenses. Nem tanto pelo resultado em si, mas pela forma com que o time se portou. Em nome da volta ao orgulho palmeirense, Kleina espera que os torcedores compareçam em peso hoje e sábado que vem, no Pacaembu, contra o São Caetano, para a equipe se motivar ainda mais em busca dos esperados seis pontos.

“Tivemos dificuldades na última partida, mas isso tem que ficar para trás. A gente pede para o torcedor nos apoiar, já que agora faltam oito rodadas e temos que jogar juntos. É importantíssima uma vitória em Bragança”, disse o treinador.

Além da força das arquibancadas, a equipe alviverde conta também com o retorno de importantes jogadores. Márcio Araújo está recuperado de dores na coxa esquerda e volta, assim como Henrique, que estava com a seleção brasileira.

A partida tinha tudo para marcar o retorno de Valdivia, após três rodadas fora com a seleção chilena. O jogador, que completa 30 anos neste sábado, participou de parte do treinamento na sexta-feira, chegou até a fazer um gol de bicicleta durante o rachão, mas sentiu dores no joelho esquerdo e foi cortado da partida. Segundo a assessoria de imprensa do clube, ele sofreu uma pancada durante um jogo pelo Chile.

Sem poder contar com o Mago, Kleina resolveu mexer na formação tática e espera conseguir obter maior criatividade no meio-campo. Na partida contra o Icasa, ele escalou o time com três volantes – Léo Gago, Marcelo Oliveira e Wesley – e a equipe não conseguiu criar boas oportunidades. Hoje, Felipe Menezes entra com a obrigação de colocar a bola no chão e fazer a equipe jogar.

Em busca de maior movimentação no ataque, Vinícius será outra novidade. Ele entra no lugar de Ananias para ser mais uma opção pela direita e que pode ainda entrar na área.

SEM ALIVIAR

Os palmeirenses podem se preparar para um jogo muito duro. O Bragantino é líder em número de cartões amarelos somando as quatro divisões do futebol brasileiro e desde a chegada de Marcelo Veiga, a equipe adotou uma tática muito mais defensiva e tem sofrido poucos gols. A exceção foi uma derrota por 5 a 3 para o Ceará. Em relação ao time, Lincom e Magno estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Geovanni e Nílson, respectivamente, serão os substitutos.

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO: Leandro Santos; Guilherme, Raphael Andrade e Carlinhos; Robertinho, Serginho, Preto, Geovanni e Gustavo; Léo Jaime e Nilson. Técnico: Marcelo Veiga

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Henrique, André Luiz e Marcelo Oliveira; Márcio Araúio, Wesley e Felipe Menezes; Vínicius, Leandro e Alan Kardec; Técnico: Gilson Kleina

JUIZ: André Luiz de Freitas Castro (GO)

LOCAL: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista

HORÁRIO: 16h20

TV: Band

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasSérie BBragantino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.