Ernesto Rodrigues/Estadão - 11/11/2012
Ernesto Rodrigues/Estadão - 11/11/2012

Palmeiras aproveita momento tranquilo antes de maratona decisiva

Sem crises internas, clube tem elenco variado para encarar sequência de cinco partidas em duas semanas

O Estado de S. Paulo,

21 de fevereiro de 2013 | 14h49

SÃO PAULO - O Palmeiras vive um momento aparentemente tranquilo depois de meses sob tensão pelo rebaixamento e pelas eleições para presidente. Estreou com vitória na Copa Libertadores, faz boa campanha no Campeonato Paulista e deve ter o número recorde de 30 jogadores à disposição para escalar no domingo contra o União Barbarense no Pacaembu. Porém esse jogo abre uma sequência de desafios decisivos para o time neste primeiro semestre. A equipe vai entrar campo cinco vezes ao longo de duas semanas.

Depois do confronto no fim de semana, a agenda guarda um confronto difícil pela Libertadores contra o Libertad, do Paraguai, fora de casa. Três dias depois será a vez de receber o Paulista no Pacaembu pelo Estadual e sem chance para descansar, depois de mais três dias o Palmeiras terá pela frente o Tigre, na Argentina.

A sequência de dois jogos fora de casa como visitante pelo torneio continental será importante para definir o rumo dos comandados pelo técnico Gilson Kleina. Para terminar, assim que retornar do jogo contra o Tigre, será a vez de fazer o clássico com o São Paulo, no Morumbi.

O que deixa o torcedor confiante é o elenco encorpado que o clube passou a ter. O chileno Valdívia está em fase final de recuperação de uma lesão na coxa esquerda e está para voltar. Com ele, serão 30 dos 36 jogadores à disposição para ser escalados. O número é um recorde desde que Kleina assumiu o time. Estão fora de condições de jogo Kleber, Fernandinho e Maikon Leite, lesionados, e Bruno Dybal, Luiz Gustavo e Bruno Oliveira, que ainda não retornaram ao grupo após a disputa da Copa São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.