Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Palmeiras arrecada em jogos na arena 'cinco títulos do Paulista'

Só com bilheteria, clube supera com sobra o prêmio do estadual

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

28 de abril de 2015 | 07h00

O Palmeiras luta para conquistar o título do Campeonato Paulista pela honra, tradição e importância em ter mais um troféu em sua vasta galeria. Financeiramente, levantar a taça fará pouca diferença para o clube graças ao Allianz Parque. Com o novo estádio, o time superou em cinco vezes o valor que a Federação Paulista de Futebol paga ao campeão do Estadual.

O campeão paulista vai receber da FPF R$ 3 milhões, enquanto o vice ficará com R$ 1 milhão. Uma quantia pequena, tendo em vista o glamour da competição, e que se torna ainda mais irrisória quando comparada com os R$ 15.216.760,77 de renda líquida que o Alviverde teve no Campeonato Paulista nos dez jogos que fez em casa como mandante – não está sendo computado o confronto com o Audax, que também foi na arena, mas com mando do adversário.

A arrecadação na decisão com o Santos já é superior ao prêmio pelo título. A renda líquida foi de R$ 3.021.491,58. Vale lembrar que na arena, embora seja administrada pela WTorre e existam divisões em diversas arrecadações, o valor dos ingressos de partidas do Palmeiras ficam 100% para o clube.

No clássico de domingo, não foi registrado nenhum problema grave e apenas duas cadeiras do setor visitante foram quebradas, algo que o próprio Alviverde deve pagar.

Jogar em casa tem sido um sinal de sucesso financeiro para o clube. Somente na partida contra o Rio Claro o clube arrecadou menos que R$ 1 milhão, com R$ 576.953,27.

Já o prêmio para o campeão Brasileiro é de R$ 9 milhões. Caso não aconteça nada de incomum, o Palmeiras deve fazer 19 jogos na arena no Nacional, além das partidas pela Copa do Brasil.

Se mantiver a média de público e preço dos ingressos, pode chegar perto dos R$ 30 milhões de renda, algo superior, por exemplo, ao patrocínio master da Crefisa, que paga R$ 23 milhões anuais ao clube. No domingo, na Vila Belmiro, o Santos espera arrecadar cerca de R$ 1,5 milhão com a decisão como renda bruta. 

Confira a renda líquida dos dez jogos do Palmeiras como mandante no Campeonato Paulista:

Ponte Preta - R$ 1.082.869,74

Corinthians - R$ 1.743.807,48

Rio Claro - R$ 576.953,27

Capivariano - R$ 1.782.943,95

Bragantino - R$ 1.491.277,60

XV de Piracicaba - R$ 1.187.600,83

São Paulo - R$ 1.381.941,40

Mogi Mirim - R$ 1.524.472,74

Botafogo - R$ 1.423.402,18

Santos - R$ 3.021.491,58


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.