Palmeiras assume: Rio Branco favorito

O jogo deste sábado, às 16 horas, contra o Rio Branco, líder do Campeonato Paulista com 10 pontos, transformou-se em uma verdadeira prova de fogo para o técnico Marco Aurélio, do Palmeiras. Uma vitória convincente significaria que o treinador está com o grupo nas mãos, após as turbulências desta semana, quando dispensou o zagueiro Argel por reclamação. Também tiraria a equipe da incômoda 12ª colocação na competição estadual, próximo até da zona de rebaixamento.Os jogadores do Palmeiras não se constrangem em colocar o Rio Branco na posição de time ?grande? nesta partida. Marco Aurélio, por sua vez, realizou até treinamentos secretos, hoje, na cidade de Jarinu, se preparando para este confronto, decisivo para ele e para o clube.A diretoria do clube afirma que o treinador continua prestigiado, mas as declarações são sempre cifradas e as atitudes, dúbias. Argel foi afastado por "tempo indeterminado", mas os dirigentes ressaltaram que o jogador não será negociado. Irá treinar em separado do grupo, até que possa ser reintegrado. Os jogadores preferiram ficar alheios a esta polêmica com Argel. Apesar de garantirem que Marco Aurélio sempre teve o grupo nas mãos, os atletas têm consciência de que uma derrota em Americana afundaria a equipe em uma crise ainda maior. "Estamos unidos, mas precisamos de resultados positivos para fortalecer esta união", afirmou o volante Magrão, um dos que mais reivindica uma posição de titular. Ele poderá ficar no banco neste sábado. "O técnico conhece o meu potencial", limitou-se a dizer.Neste ano, em oito partidas, o Palmeiras venceu apenas duas. A equipe acumula ainda quatro derrotas e dois empates, além da eliminação do Rio-São Paulo. Por isso mesmo, os jogadores transferem o favoritismo para o Rio Branco, líder isolado do Paulistão. "O São Paulo entrou como favorito contra eles e acabou derrotado por 2 a 1", lembrou o volante Flávio, um dos vice-artilheiros do campeonato, com 4 gols.Esquema - Sem poder contar com o volante Fernando, suspenso, Marco Aurélio poderá optar novamente pelo esquema 3-5-2. Neste caso, Magrão seria substituído por Gilmar, que jogaria na defesa ao lado de Paulo Turra e Galeano. No ataque, Tuta recuperou-se de uma contratura na coxa, mas os médicos ainda consideram prematura sua volta. O jogador deverá retornar contra a Ponte Preta, no dia 24. O lateral-esquerdo Rubens, apesar de recuperado de uma lesão muscular, deve começar na reserva.O recém-contratado Muñoz chegou nesta sexta-feira a São Paulo para fazer exames médicos. O atacante colombiano deverá iniciar os treinamentos com o resto do elenco a partir da próxima semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.