Nelson Perez/Fluminense FC
Nelson Perez/Fluminense FC

Palmeiras avança na negociação por Scarpa e fica perto de contratação

Jovem meia protagoniza uma das maiores novelas nesta janela de transferências

Ciro Campos e Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

14 Janeiro 2018 | 22h31

O destino do meia Gustavo Scarpa pode ser o Palmeiras. Nas últimas horas o clube alviverde avançou nas negociações pelo jogador, que teve o contrato rescindido com o Fluminense na sexta-feira. Segundo pessoas próximas às conversas, a situação está bem encaminhada e há otimismo para que já no começo desta semana exista a concretização do negócio.

+ Palmeiras atropela Taubaté e vai às oitavas da Copa São Paulo

+ Exame descarta fratura, mas Palmeiras não dá prazo para retorno de Diogo Barbosa

O Palmeiras e os empresários do jogador, do grupo OTB, tiveram uma reunião. O encontro foi analisado como positivo, segundo apurou o Estado com fontes ligadas às duas partes da conversa. Um acordo verbal começou a ser costurado entre o diretor de futebol do clube, Alexandre Mattos, e os dois agentes do jogador, que pretendem resolver nesta semana a situação dele.

Scarpa é um desejo antigo do Palmeiras. A primeira investida foi em dezembro de 2016. O Fluminense recusou a proposta. O interesse perdurou durante a última temporada, até em dezembro a diretoria alviverde retomar a investida. Para poder atrair o meia, o clube paulista tentou propor uma troca de jogadores, que acabou cancelada após o atacante Róger Guedes rejeitar a ideia de se transferir para o Rio.

Apesar do otimismo no Palmeiras, a disputa com outros clubes pode atrapalhar. Corinthians, São Paulo, Benfica, de Portugal, e mais o banco BMG, que quer levá-lo ao Atlético-MG, também estão interessados. A rescisão de contrato do jogador, oficializada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, aumentou a concorrência pelo meia de 24 anos.

Porém, pesa a favor do Palmeiras as longas investidas por Scarpa e o projeto apresentado pelo clube, com contrato longo e a chance de disputar a Copa Libertadores. O meia rescindiu com o Fluminense após briga na Justiça, em que o jogador pediu além do fim do contrato, o pagamento de valores referentes a salários, direitos de imagem e férias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.