Palmeiras bate Flamengo e deixa zona de rebaixamento

O Palmeiras está fora da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, o time alviverde derrotou o Flamengo por 1 a 0, na Arena Barueri, pela 17.ª rodada, e alcançou a 15.ª colocação, agora com 16 pontos, ultrapassando Coritiba e Sport. O autor do gol salvador palmeirense foi, mais uma vez, o centroavante Barcos - o sexto na competição e o terceiro nos últimos três jogos. Os cariocas, com 22 pontos em nono lugar, ficam mais distantes da zona de classificação à Copa Libertadores.

AE, Agência Estado

15 de agosto de 2012 | 23h50

Com poucas oportunidades de gol e muita marcação, muitas vezes com muita rispidez, o destaque da partida foi a quantidade de cartões mostrada pela arbitragem. Foram nada menos que 13 amarelos e um vermelho - para o flamenguista Ibson, ainda no primeiro tempo. Só o Palmeiras, que utilizou 14 jogadores no duelo, oito deles foram advertidos.

Pela 18.ª rodada, no final de semana, o Palmeiras tentará confirmar a reação em um duelo direto contra o Atlético Goianiense, no domingo, às 18h30, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Já o Flamengo terá uma dura missão para se reabilitar - o clássico contra o Vasco, no mesmo dia e horário, no Engenhão.

O JOGO - O duelo em Barueri começou quente. Muito por causa da necessidade de vitória de ambos, qualquer dividida nos primeiros minutos era disputada com muita intensidade e uma certa violência. Como consequência, dois cartões amarelos foram mostrados com apenas sete minutos de jogo - um para cada lado.

Oportunidades de gol não eram criadas, apenas falta atrás de falta. Quem se deu pior foi o Flamengo, que teve o volante Ibson expulso, pelo segundo cartão amarelo, aos 29 minutos. Como que por castigo, o Palmeiras conseguiu abrir o placar pouco tempo depois. Aos 32, Patrik fez jogada pelo meio e tocou na direita para o Artur, que chutou forte e cruzado. O goleiro Felipe espalmou para o lado e Barcos, oportunista, aproveitou o rebote para mandar a bola para as redes.

Com placar aberto, a partida mudou. O Flamengo se abriu um pouco e deu espaço para os contra-ataques do Palmeiras. Mas os cartões amarelos continuaram aparecendo até o intervalo - mais três foram mostrados pelo árbitro catarinense Célio Amorim.

Para a segunda etapa, o auxiliar Murtosa - Felipão cumpriu o segundo e último jogo de suspensão - teve que tirar o volante Marcos Assunção, com dores no joelho, para a entrada da Márcio Araújo. Na base do contra-ataque, o Palmeiras levou perigo em lances criados pelo chileno Valdivia e concluídos por Barcos - em um deles, aos 14 minutos, a bola passou raspando a trave esquerda de Felipe.

Até o final da partida, pouca coisa aconteceu, além dos inúmeros cartões amarelos. Dorival Júnior tentou dar mais força ofensiva ao Flamengo com as entradas de Deivid e Matheus, mas o máximo que conseguiu foi um chute de Vágner Love, de fora da área, aos 29 minutos, que foi defendido com facilidade pelo goleiro Bruno.

MULTA - A diretoria do Palmeiras não confirma oficialmente, mas o volante João Vitor foi multado por ter chegado ao treino da última segunda com sinais de embriaguez. Além de ficar sem 20% do salário como punição, o jogador foi afastado do jogo contra o Flamengo.

Segundo relatos de funcionários do clube, João Vitor teria chegado para treinar na tarde de segunda com sintomas de quem tinha tomado bebidas alcoólicas um pouco antes. Assim, foi afastado da atividade pela comissão técnica. Apesar da indisciplina, o volante não será afastado do elenco e pode voltar a jogar na próxima rodada.

Os dirigentes palmeirense confirmaram o caso de indisciplina, mas não citaram o nome do jogador envolvido. "É um assunto do clube e já foi contornado", chegou a dizer o vice-presidente do Palmeiras, Roberto Frizzo, em entrevista na última terça.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 x 0 FLAMENGO

PALMEIRAS - Bruno; Artur, Thiago Heleno, Maurício Ramos e Juninho; Henrique, Marcos Assunção (Márcio Araújo), Patrick e Valdivia; Mazinho (Fernandinho) e Barcos (Obina). Técnico: Murtosa (auxiliar).

FLAMENGO - Felipe; Leonardo Moura, Welinton, Marlon e Ramon; Luiz Antônio, Ibson e Renato Abreu (Matheus); Negueba (Deivid), Thomas (Fernandinho) e Vágner Love. Técnico: Dorival Júnior.

GOL - Barcos, aos 32 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Obina, Barcos, Márcio Araújo, Henrique, Thiago Heleno, Artur, Maurício Ramos e Patrik (Palmeiras); Matheus, Renato Abreu, Thomas e Marlon (Flamengo).

CARTÃO VERMELHO - Ibson (Flamengo).

ÁRBITRO - Célio Amorim (SC).

RENDA - R$ 279.140,00.

PÚBLICO - 7.500 pagantes.

LOCAL - Arena Barueri, em Barueri (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPalmeirasFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.