Palmeiras bate o Barueri por 3 a 0, mas fica em segundo lugar

Como o Guaratinguetá venceu, time alviverde terá de disputar o clássico contra o São Paulo nas semifinais

Milton Pazzi Jr., estadao.com.br

06 de abril de 2008 | 17h52

O Palmeiras fez sua parte neste domingo no último jogo da primeira fase do Campeonato Paulista ao ganhar por 3 a 0 do Barueri, na casa do adversário. Mas vai ter uma dura missão nas semifinais, pois disputará o clássico contra o São Paulo (terceiro lugar), ao terminar em segundo lugar na classificação. Para o Barueri, que sonhava com a vaga na decisão, ficou como prêmio de consolação a disputa do troféu de campeão do Interior.Veja também: Quais times estarão na final do Campeonato Paulista? Bate-pronto: Os mehores nas semifinais do Paulistão Classificação Calendário / Resultados Clássico entre Palmeiras e São Paulo já começa nos bastidores Ceni nega clima de revanche e diz que Palmeiras é favorito Ponte empata em Santos e vai à semifinal do Paulistão São Paulo vence o Juventus e vai para o clássico nas semifinais Corinthians perde e fica fora das semifinais do PaulistãoA grande estrela da vitória palmeirense foi o atacante Denilson. Ele assumiu a responsabilidade de ser um dos mais experientes em campo e fez o possível para levar o time ao ataque. Driblou, chutou de perto e de longe - aos 10 minutos do primeiro tempo, assustou o goleiro Renê - aplicou chapéu e reclamou. Bastante. Mas saiu de campo sem cartão. BARUERI0Renê; Marcos Pimentel, Duílio       , Diego e Márcio Careca; Max Carrasco, Rodrigo Pontes, Flávio (Guaru) e Júlio César (Renato Santos); Thiago Humberto     e André Neles (Fernando)Técnico: Márcio Araújo PALMEIRAS3Marcos, Élder Granja, Gustavo, Henrique e Leandro; Martinez    , Léo Lima     (Wendel), Denílson (Lenny) e Diego Souza; Jorge Preá (Makelele) e Alex MineiroTécnico: Vanderlei LuxemburgoGols: Léo Lima, aos três, Alex Mineiro (pênalti), aos oito, e Diego Souza, aos 44 minutos do segundo tempoÁrbitro: Guilherme Cereta de LimaRenda e Público: Não disponíveisEstádio: Arena Barueri, em Barueri (SP)Advertência deram os torcedores pelo primeiro tempo da partida, que não teve gols. Os dois times até criaram chances para isso, com Diego Souza, em duas cabeçadas, ambas defendidas pelo goleiro do Barueri, e Marcio Careca, num chute de fora que Marcos espalmou para fora. Comemoração? Só pelos gols dos adversários nos outros jogos.Os torcedores só passaram a vibrar com seus times no segundo tempo. Logo aos 3 minutos Leo Lima fez 1 a 0, num chute rasteiro de fora da área, que Renê não conseguiu alcançar. Três minutos depois, o Barueri teve a chance de empatar, num pênalti cavado. Thiago Humberto bateu e Marcos fez a defesa.MAIS FESTAE mais dois minutos se passaram para que o Palmeiras tivesse um pênalti a favor: Duílio faz falta em Alex Mineiro na área, e é expulso. Alex Mineiro bate no canto esquerdo do goleiro e faz o segundo gol palmeirense, garantindo a vantagem necessária vitória e a tranqüilidade para levar o restante da partida.Tanto que a partir daí, nos 38 minutos seguinte, mais os acréscimos, o Palmeiras teve o domínio do jogo, com chuva, e novas chances, marcando o terceiro com Diego Souza, de cabeça, no fim da partida. E nem precisava.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasBarueriPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.