Palmeiras busca concentração em Extrema

A viagem para Extrema deverá selar ainda mais o chamado ?pacto pelo acesso? proposto pelos jogadores do Palmeiras há duas semanas. Treinos em dois períodos intercalados a sessões de vídeos com jogos de Sport, Brasiliense e Santa Cruz farão parte do cotidiano do grupo. A equipe viaja nesta segunda-feira após treinar à tarde na Academia, e permanecerá no sul de Minas Gerais até quinta-feira. ?Acho válida essa nossa saída de São Paulo. Em casa, por mais que busquemos a concentração, ela acaba não vindo. Não se dorme tranqüilo, principalmente quem tem filho pequeno em casa. Em Extrema, tenho certeza que todos irão se recolher após a novela?, explica o goleiro Marcos. O atacante Edmílson aposta que o grupo poderá se conhecer ainda mais. ?Neste momento, tudo que for benéfico para nós tem que ser adotado. As vitórias são conquistadas com mais facilidade quando a concentração é total.? Edmílson continua curtindo a condição de titular. Sábado, foi um dos destaques da equipe na vitória sobre o Vila Nova-GO por 2 a 1, e não economizou nos agradecimentos. ?Vivo um momento maravilhoso graças também ao apoio que recebi da minha família. Lutei muito para chegar até onde cheguei.? Ao contrário do técnico Jair Picerni, o atacante não aponta o Sport como principal adversário do Palmeiras na próxima fase. ?Trata-se de um time qualificado, mas Santa Cruz e Brasiliense merecem o mesmo respeito. Nosso grupo é muito forte. O trabalho tem que ser responsável para que não haja surpresas. O jogo contra o Vila Nova certamente irá servir para que tiremos proveito de muitas coisas que não poderão se repetir.? Picerni terá o grupo completo em Extrema, à exceção de Magrão, que segue tratando de uma contusão na coxa. O meia Pedrinho, que se recupera de uma inflamação no joelho direito, foipraticamente descartado pelo treinador para a partida contra o Santa Cruz. ?Tecnicamente não discuto sua condição, mas precisa vir a campo. Para falar sobre ele, recomendo que seja procurado o departamento médico.? O treinador aproveitou para valorizar a conquista do título simbólico da fase de classificação, mesmo nãogarantindo nenhuma vantagem prática à equipe. ?Tudo o que fizemos trouxe confiança ao grupo. Mas é claro que ainda podemos melhorar.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.