JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Palmeiras busca se manter na briga pelo título e recebe o São Paulo, que tenta acabar com tabu

Equipes fazem clássico na noite desta quarta-feira, no Allianz Parque, onde o São Paulo nunca venceu; diferença do Palmeiras para o Flamengo é de dez pontos

Gonçalo Junior e Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

30 de outubro de 2019 | 04h30

No clássico desta quarta-feira no Allianz Parque, o São Paulo pode tirar as últimas (e poucas) esperanças do Palmeiras de brigar pelo título brasileiro. Até mesmo um empate reduz muito as chances de o time alviverde continuar perseguindo o Flamengo – a diferença é de dez pontos. 

O técnico Mano Menezes afirmou que a única opção do Palmeiras é vencer seus jogos. A missão do time tricolor, no entanto, não é fácil: o São Paulo nunca venceu o rival no novo estádio. São oito confrontos na casa alviverde, com sete derrotas e um empate.

O técnico Fernando Diniz minimizou o tabu. “Eu, particularmente, não levo isso em consideração. Para o Palmeiras jogar lá é um fator importante, mas isso não é determinante. Determinante é o que os jogadores conseguem fazer dentro do campo”, disse o treinador. 

O Palmeiras precisa vencer, mas ainda não mostrou fôlego para brigar pelo título até o final. O time oscila boas e más atuações e continua mostrando problemas crônicos, como a falta de criatividade no meio (mesmo com inúmeras opções de armadores). No ataque, técnico Mano Menezes deve apostar novamente em Deyverson, que pode completar seu 100.º jogo com a camisa alviverde

Após um jejum de 13 partidas, o atacante tenta retomar a boa fase. Diante do Avaí, ele marcou pelo segundo jogo seguido. O atacante está aproveitando o espaço aberto pelos problemas dos concorrentes diretos. O titular Luiz Adriano ainda está em tratamento por conta de um estiramento no músculo posterior da coxa direita, Borja está em baixa, e Henrique Dourado ainda não foi titular desde que retornou de uma fratura na tíbia direita. 

A força dentro de casa é um dos trunfos do Palmeiras na temporada. Em 28 jogos como mandante, o time palestrino acumula 21 vitórias, cinco empates e apenas duas derrotas. Os dois únicos tropeços foram contra Corinthians (Campeonato Paulista) e Grêmio (Copa Libertadores). 

Nesse contexto, o Palmeiras pode aumentar o recorde de partidas sem derrota como mandante pelo Campeonato Brasileiro. O time alviverde perdeu em casa no torneio nacional pela última vez em 26 de maio de 2018, data em que foi derrotado por 3 a 2 pelo Sport. Depois desse tropeço, o time alviverde acumula 28 jogos seguidos sem derrota (24 vitórias e quatro empates) jogando em casa. 

Os caminhos de cada rival para tentar a vitória no clássico passam por escalações distintas. O São Paulo volta a apostar nos garotos enquanto o rival praticamente não tem atletas revelados pela base no elenco principal. O São Paulo aposta em suas joias, especialmente Antony, que vem recebendo atenção especial de Diniz nos últimos jogos, seja com broncas estrondosas ou com abraços de professor, como aconteceu na vitória sobre o Atlético Mineiro por 2 a 0 no Morumbi. 

O Palmeiras continua se agarrando em atletas experientes, mas que não renderam o esperado na temporada. “A vitória diante do Avaí foi importante para a gente chegar embalado no clássico”, diz Deyverson. 

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X SÃO PAULO

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha (Jean), Gomez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa; Dudu, Willian (Zé Rafael) e Deyverson. Técnico: Mano Menezes.

São Paulo: Tiago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê (Liziero), Igor Gomes, Vitor Bueno; Antony e Alexandre Pato. Técnico: Fernando Diniz. 

Juiz: Raphael Claus (SP). 

Local: Allianz Parque. 

Horário: 19h30. 

Na TV: Pay-per-view.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.