Palmeiras busca vitória em Porto Alegre para se firmar

Mesmo fora de casa, o técnico Caio Jr aposta em um esquema mais ofensivo

Daniel Akstein Batista, do Estadão

14 de julho de 2007 | 08h26

Grêmio, às 16 horas deste sábado, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre. Adversário difícil de ser batido, ainda mais quando joga com o apoio de sua torcida e está empolgado na competição, com quatro partidas de invencibilidade. Um rival, no entanto, que eleva a moral de qualquer time que consegue vencê-lo. E o Palmeiras quer os três pontos para provar aos seus torcedores - e aos críticos - que está jogando um futebol de gente grande no Campeonato Brasileiro.O Palmeiras vem de três vitórias consecutivas e, da crise que começava a se instalar no Palestra Itália, pulou para a quinta colocação do Brasileirão, com 17 pontos. Mas as últimas duas vitórias foram em cima de Náutico e América-RN, que então estavam na última colocação - a arrancada teve início com o 1 a 0 sobre o rival Corinthians.Agora, o desafio do Palmeiras começa a ficar mais difícil: após o Grêmio, os adversários serão, pela ordem, o Santos e o Paraná. "Se não tivermos a mesma atitude, humildade e companheirismo que tivemos nesses últimos jogos, não vamos conseguir vencer amanhã (sábado)", avisou o técnico Caio Júnior.Vencer em Porto Alegre não significa apenas se firmar na competição. Ainda mais se o time do Palmeiras não levar gols - assim, chegará a quatro jogos sem ser vazado, fato que ocorreu pela última vez em 1997, quando o técnico ainda era Luiz Felipe Scolari. "Seria bacana para a defesa, para o Diego (goleiro Diego Cavalieri)", admitiu Caio Júnior. "Nós profissionais só somos lembrados por coisas marcantes."O jogo contra o Grêmio também será marcado por homenagens. Os jogadores palmeirenses entrarão em campo com uma tarja preta no braço, em memória ao atacante Alemão, morto há uma semana em acidente de carro em Nova Iguaçu (RJ). "Temos de lembrar sempre do Alemão. E nossa homenagem vai ser vencer o jogo para ele, os jogadores vão ter mais vontade de ganhar", garantiu o treinador.Para conquistar os três pontos, mesmo jogando fora de casa, Caio Júnior vai armar um esquema mais ofensivo. No lugar do volante Martinez, suspenso, o treinador faz mistérios e não diz se escalará o atacante Luiz Henrique ou o meia Deyvid.Enquanto isso, o meia Valdivia voltou da seleção chilena que disputou a Copa América na Venezuela e estará à disposição de Caio Júnior. Ele, no entanto, deve ficar como opção no banco de reservas - afinal, disse que não está 100% em forma.No Grêmio, o jogo deste sábado marca a despedida do lateral-esquerdo Lúcio. O jogador, que ainda tem compromisso justamente com o Palmeiras, irá se apresentar na próxima semana ao seu novo clube: Hertha Berlin, da Alemanha."Vai ser marcante fechar minha passagem pelo Grêmio com chave de ouro", disse Lúcio, que promete dar prioridade ao time gaúcho se voltar a atuar no Brasil no futuro.Ao mesmo tempo em que perde Lúcio, o Grêmio finalmente ganha o reforço de Kelly. O meia está no clube desde março, mas sofreu uma contusão e só entrou em forma há duas semanas. Assim, vai ser titular no jogo deste sábado. Outra novidade é a volta do atacante Carlos Eduardo, que estava com a seleção brasileira no Mundial Sub-20, no Canadá.GRÊMIO X PALMEIRASGrêmio - Saja; Patrício, William, Schiavi e Lúcio; Gavilán, Edmílson, Diego Souza e Kelly (Teco); Éverton e Ramón (Carlos Eduardo). Técnico: Mano Menezes.Palmeiras - Diego Cavalieri; Nen, Gustavo e Dininho; Paulo Sérgio, Pierre, Wendel, Deyvid (Luiz Henrique), Caio e Leandro (Valmir); Luís. Técnico: Caio Júnior.Árbitro - Clever Assunção Gonçalves (MG).Horário - 16 horas.Local - Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.