Palmeiras cai diante do Bahia pelo Brasileirão e liga sinal amarelo

Derrota por 2 a 0 deixa Alviverde perto zona de rebaixamento. Vitória tira equipe baiana da lanterna

LEONARDO MAIA, O Estado de S. Paulo

26 de julho de 2012 | 22h50

BARUERI - O Palmeiras não aproveitou as chances criadas e o fato de jogar na sua Arena Barueri, que foi decisiva para a conquista da Copa do Brasil, e perdeu sua invencibilidade no ano no estádio, derrapando feio pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, a equipe de Luiz Felipe Scolari foi surpreendida por um determinado Bahia, que teve a estreia de Caio Júnior no comando, e perdeu por 2 a 0, com dois gols de Souza.

O resultado, a sexta derrota no Brasileirão, deixou o time paulista com 10 pontos, o mesmo número de Santos e Portuguesa, clubes que estão na zona de rebaixamento. Só o saldo de gols põe a equipe como a primeira fora da zona de rebaixamento. Já o Bahia saiu da incômoda lanterna e figura agora em 15º no Brasileiro, com 11 pontos.

 

Com vários desfalques, como Valdivia, Maurício Ramos, Thiago Heleno, Román e Marcos Assunção, o Palmeiras entrou em campo com uma sequência de três jogos de invencibilidade. E a partida mostrou um ritmo intenso desde o início, com o Palmeiras tendo mais oportunidades claras de gol e até repetindo as boas atuações da Copa do Brasil. Mas faltou transformar em gols as chances criadas.

Na primeira chance de perigo da partida, aos 4 minutos de jogo, João Vítor chutou firme da entrada da área, sem marcação, para excelente defesa de Marcelo Lomba, após boa jogada tramada entre Juninho e Obina. Dois minutos mais tarde, Arthur exigiu mais uma boa defesa de Lomba, após receber toque preciso de Daniel Carvalho.

Aos 11, após quase marcar em boa conclusão de Henrique, o time de Felipão fez um gol, que foi anulado corretamente pelo árbitro. Em cobrança de escanteio, Lomba sofreu empurrão de Leandro Amaro. Na sobra, Obina concluiu para as redes.

O Bahia chegou com perigo aos 14, em chute cruzado de Kleberson, pela esquerda do ataque. O jogo seguia disputado, em aberto e com chances agudas de gol de ambos os lados. Aos 23, em erro na saída de bola de Wellington, Kleberson recebeu passe na cara do gol de Zé Roberto, mas concluiu para fora da meta de Bruno, perdendo o gol mais feito da partida até então.

Mas o Palmeiras não ficou para trás. Aos 32, em passe magistral de Daniel Carvalho após corta-luz de Henrique, Obina perdeu a chance de gol mais clara da equipe de Felipão no confronto, ao chutar para fora quase dentro da pequena área.

No fim do primeiro tempo, o Bahia assustou com Zé Roberto. Henrique travou na última hora e a bola sobrou fraca para Bruno. Nos acréscimos, foi a vez da equipe alviverde ameaçar o gol baiano. Arthur não conseguiu concluir mais um bom passe de Daniel Carvalho. O lateral do Palmeiras foi travado por Marcelo Lomba.

O jogo voltou pegado, mas morno no início do segundo tempo. O Bahia promoveu algumas alterações, entre elas a saída de Kleberson para a entrada de Magno, para dar mais ofensividade ao time. O Palmeiras também mexeu. Colocou Maikon Leite e Barcos no lugar de Daniel Carvalho, cansado, e João Vítor, pendurado.

Logo depois, aos 12, o argentino quase faz. Em lance polêmico, Fabinho tocou a bola com a mão esquerda dentro da área em jogada com Barcos. O árbitro não marcou pênalti, sob protestos dos palmeirenses.

As alterações de Caio Júnior surtiram efeito. Aos 22, em jogada infantil e imprudente de Arthur, o árbitro marcou pênalti do lateral sobre Lulinha, que tinha acabado de entrar. Souza bateu firme, sem chance para Bruno.

O lance mudou a partida. Com a desvantagem no placar, o Palmeiras partiu para cima, mas de forma desordenada, abrindo espaços para os contra-ataques do Bahia. Num deles, Zé Roberto obrigou Bruno a fazer excelente defesa em chute de fora da área.

Aos 36 minutos, em mais uma jogada rápida, Zé Roberto recebeu na cara de Bruno, que fez grande defesa. No rebote, Wellington não conseguiu afastar e Souza, inspirado, fez seu segundo gol da noite. Depois disso, o Palmeiras não teve mais força para reverter a situação.

"Até o gol, a gente estava bem no jogo, não tomamos pressão do Bahia. Jogamos melhor, mas perdemos", afirmou o goleiro Bruno após o confronto desta quinta. Sobre o resultado negativo, Bruno alertou que "preocupa pela zona de rebaixamento, não pelo futebol". "Jogamos bem contra o Bahia", completou.

Na próxima rodada, o Palmeiras viaja até Minas para encarar o Cruzeiro, no domingo. O Bahia recebe o Corinthians, também no domingo, no estádio de Pituaçu, em Salvador.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS: Bruno; Artur, Leandro Amaro, Wellington e Juninho; Henrique, Márcio Araújo, João Vitor (Barcos) e Daniel Carvalho (Maikon Leite); Mazinho e Obina (Patrik). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

BAHIA: Marcelo Lomba; Gil Bahia (Diones), Danny Morais, Titi e Hélder; Fahel, Fabinho, Kleberson (Magno) e Zé Roberto; Ciro (Lulinha) e Souza. Técnico: Caio Júnior.

Gol: Souza, aos 23 e aos 36 minutos do 2º tempo

Cartões amarelos: Zé Roberto, Leandro Amaro, João Vítor, Gil Bahia, Hélder, Ciro, Fahel, Juninho, Danny Morais

Árbitro: Antonio Frederico de Carvalho Schneider (RJ)

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)

MINUTO A MINUTO

SEGUNDO TEMPO

48 min -Fim de jogo! O Bahia vence por 2 a 0.

45 min - Mais três minutos de acréscimo.

43 min - Bahia troca passes e espera o tempo passar.

39 min - Palmeiras já mostra certa resignação com o resultado negativo e toca bola sem objetividade.

36 min - GOOOOOOL do Bahia! Souza faz o segundo dele! Zé Roberto teve a chance e no rebote, rolou para o atacante tocar na saída de Bruno. Bahia 2 a 0.

35 min - Zé Roberto recebe passe e chuta. Bruno espalma para escanteio.

33 min - Palmeiras tenta cruzamentos e passes longos. Mas nada tem adiantado.

29 min - Bahia já começa a abrir mão do contra-ataque para somente se defender e garantir a vitória fora de casa.

26 min - Palmeiras ensaia pressão, mas nitidamente sentiu o gol do Bahia.

23 min - GOOOOOL do Bahia! Souza deslocou Bruno e abriu o placar!

22 min - Pênalti para o Bahia! Artur derrubou Lulinha! Wellington perdeu bola boba para Souza, que armou o ataque.

18 min - Saída de Obina fez Palmeiras diminuir ritmo e perder a mobilidade das jogadas de ataque.

15 min - Obina dá lugar a Patrik.

14 min - Maikon Leite quase faz! Ele bateu direto falta que todos esperavam na área e acertou o travessão.

12 min - Artur arrisca de longe e a bola passa ao lado do gol. Pressão palmeirense vai aumentando e time agora joga com três atacantes: Obina, Barcos e Maikon Leite.

9 min - Palmeiras ganha mais opções ofensivas com as entradas de Barcos e Maikon Leite. Bahia está acuado.

7 min - Barcos dá lindo passe para Márcio Araújo, que invade a área e chuta em cima do goleiro.

6 min - Barcos se prepara para entrar em campo.

4 min - Maikon Leite entra para dar mais movimentação ao time e aproximar resto da equipe do atacante Obina.

1 min - Começa o segundo tempo!

INTERVALO

Zé Roberto: "Foi um jogo corrido, com muita pegada. Estamos tendo alguns minutos de dispersão e para jogar contra o Palmeiras tem que estar todo ligado. Mas a equipe está bem postada."

Obina: "A gente finalizou mais, teve mais oportunidades, mas infelizmente não fizemos os gols."

PRIMEIRO TEMPO

46 min - Fim de primeiro tempo!

45 min - João Vítor divide com Marcelo Lomba e quase faz. Palmeiras pressiona no fim do primeiro tempo.

43 min - Ciro explora contra-ataque do Bahia e dá trabalho para o goleiro Bruno. Lateral-direito Artur não tem conseguido marcar.

42 min - Bahia recua inteiro e deixa Palmeiras ficar trocando passes perto da área. Mas marcação está ajeitada e segura.

40 min - Jogo começa a ficar mais truncado e com faltas mais duras.

37 min - O técnico estreante Caio Júnior coloca os reservas para fazerem aquecimento já no primeiro tempo.

35 min - Palmeiras sente falta de algum meia se aproximar de Obina para articular as jogadas. Atacante está isolado e tem recebido mais passes longos vindo dos volantes.

32 min - Obina perde gol incrível! Palmeiras fez linda jogada - toque de calcanhar de Henrique, passe de Daniel Carvalho, mas a finalização foi horrível. Obina perdeu ótima chance.

30 min - Mazinho ainda não entrou no jogo e pouco apareceu. Obina segue muito isolado no ataque palmeirense.

26 min - Ritmo do jogo diminui, principalmente pela melhora do Bahia na partida. O time se arrumou defensivamente e

consegue achar espaços. Helder e Kleberson têm sido boas opções ofensivas.

23 min - Kleberson perde gol feito! Ele recebeu passe de calcanhar de Zé Roberto, mas ele chutou para fora, mesmo sem marcação e de frente para Bruno.

22 min - Até agora Obina tem sido o principal jogador da partida, ao lutar bastante pela bola e dar trabalho à defesa do Bahia.

18 min - Palmeiras não tem dificuldade para chegar ao gol do Bahia e já assustou diversas vezes, mas dá espaço ao time visitante pelas laterais. Juninho e Artur têm dificuldade em marcar.

16 min - Bahia assusta! Kléberson desce sozinho pelo lado esquerdo e chuta de dentro da área. A bola passa por cima do gol de Bruno.

11 min - Quase gol de Fabinho! Escanteio para o Palmeiras e a bola resvalou no volante do Bahia e quase entrou.

9 min - Palmeiras é só pressão e Bahia, assustado, não consegue sair da defesa.

6 min - Artur quase faz! Ele saiu na cara do goleiro e chutou cruzado. Marcelo Lomba colocou para escanteio.

4 min - Marcelo Lomba salva! Troca de passes envolvente do Palmeiras e de frente para o gol, João Vítor obriga o goleiro do Bahia a fazer bela defesa.

2 min - Bahia começa pressionando. Visitantes partem pra cima.

1 min - Começa o jogo na Arena Barueri!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.