Palmeiras começa a discutir eleição

Na terça-feira, numa reunião envolvendo as principais lideranças do clube, o Palmeiras começa a discutir quem será o candidato da situação que disputará a eleição presidencial marcada para janeiro. A busca é por um nome de consenso, ou seja, alguém que seja de absoluta confiança do atual presidente Mustafá Contursi.Além do próprio Mustafá e dos quatro vice-presidentes (Afonso Della Mônica, Luiz Pagnota, José Cirilo Júnior e Mello Beluzzo), participam da reunião o presidente do Conselho Deliberativo, Cláudio Mezzarane, o presidente do Conselho de Orientação e Fiscalização (COF), desembargador Oswaldo da Silva Ricco, o membro nato Carlos Bernardo Fachina Nunes, já que todos os outros ex-presidentes já morreram, e os membros eleitos.Fachina Nunes é um nome que agrada a Mustafá, mas sua ligação com Luiz Gonzaga Belluzo, da oposição, pode se transformar em barreira. O próprio Mustafá Contursi já mandou um recado a Fachina Nunes e à oposição. "Qualquer candidato que tenha qualquer tipo de ligação com a oposição, por menor que seja, não terá o meu apoio", avisou.Mustafá fez um verdadeiro bate-volta até Zurique, Suíça, onde assumiu cargo no organograma da Fifa. Viajou na quinta-feira, assumiu na sexta e voltou no sábado a São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.