Palmeiras começa a fazer contas para evitar degola no Brasileirão

Na 15.ª colocação, o time comandado pelo técnico Ricardo Gareca soma 14 pontos, dois a mais que o lanterna do torneio, Coritiba

Diego Salgado, O Estado de S. Paulo

11 de agosto de 2014 | 07h00

O Palmeiras chegou à oitava partida sem vitória no Campeonato Brasileiro e ficou a apenas um ponto da zona de rebaixamento. Na 15.ª colocação, o time do técnico Ricardo Gareca está empatado com o Vitória em número de pontos. Figueirense, Botafogo, Bahia e Flamengo têm 13 pontos cada. O Coritiba, por sua vez, ocupa a lanterna, com 12 pontos.

Na próxima rodada, o Palmeiras enfrenta o São Paulo no Pacaembu e pode, pela primeira vez no torneio, fechar a rodada entre os quatro últimos. Com uma vitória sobre o rival, o time terá a chance de ultrapassar Chapecoense e Criciúma. Em 14 jogos disputados até aqui, o time paulista venceu quatro vezes, com oito derrotas e dois empates - aproveitamento de 33,3%.

A equipe alviverde não vence desde a rodada 6 - na ocasião, o Palmeiras, comandado por Alberto Valentim, bateu o Figueirense por 1 a 0, gol do centroavante Henrique. Depois, o time acabou derrotado por Chapecoense (2 a 0), Botafogo (2 a 0), Santos (2 a 0), Cruzeiro (2 a 1), Corinthians (2 a 0) e Atlético-MG (2 a 1), além de empatar com Grêmio (0 a 0) e Bahia (1 a 1).

Nos últimos 24 pontos disputados, o aproveitamento palmeirense é de apenas 8,3%, com três gols marcados. Com mais 24 partidas no Brasileirão, o Palmeiras precisará de pelo menos 30 pontos, chegando a 44 pontos ao fim das 38 rodadas do campeonato, com 41,6% dos pontos conquistados daqui para frente.

Em 2012, quando foi rebaixado à Série B pela segunda vez, o Palmeiras somava 10 pontos nos primeiros 14 jogos. O time também havia perdido oito jogos, com duas vitórias e quatro empates. Naquele ano, entretanto, o clube jamais ficou oito partidas sem vencer - no maior jejum foi de seis jogos, que ocorreu em três oportunidades na campanha.

BRIGA

Dois pontos separam o Palmeiras, 14.º colocado, do Coritiba, lanterna do Campeonato. Dessa forma, oito times, incluindo Chapecoense e Criciúma, podem terminar a rodada 15 na zona de rebaixamento, na maior disputa desde o início dos pontos corridos depois de 14 jogos disputados.

Em 2009, o Náutico, último colocado, somava 11 pontos. O Coritiba, na 14.ª posição, tinha 15. Entre eles, estavam Fluminense, Atlético-PR, Sport, Botafogo e Cruzeiro. Ao término do campeonato, Sport, Náutico, Santo André e Coritiba acabaram rebaixados à Série B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.