Palmeiras comemora ? força de equipe?

Mais uma vez, os jogadores do Palmeiras condicionaram a vitória à força de vontade da equipe. Mas não faltaram elogios à torcida, que voltou a lotar o Parque Antártica. A equipe, com 26 pontos, completou sua décima partida sem perder na Série B, e segue apenas um ponto atrás do Botafogo-RJ na classificação. Sábado que vem, o adversário será o Remo em Belém. "Jogamos com muita garra e determinação. E esses fatores foram essenciais para definir o resultado. Aos poucos, o grupo está entendendo o real significado da Segunda Divisão. Vale o espírito de luta", disse o meia Pedrinho, que ontem iniciou uma partida após quase quatro meses. "Fui bem, graças a Deus. É muito gostoso participar de uma vitória como a de hoje. Agora quero dar sequência."O volante Magrão ressaltou a vontade que o grupo teve para vencer, mesmo ficando sem o volante Marcinho desde os 18 minutos da etapa inicial. "Essa pressão que passamos no final já era esperada. Mas provamos que independentemente da qualidade, temos força para ganhar na base da garra."O zagueiro Daniel, que foi confirmado para participar da partida momentos antes de o time entrar em campo, admitiu que o time correu muitos riscos. "Sofremos demais e quase levamos o empate. Mas esses três pontos realmente foram muito importantes."O atacante Vágner, que marcou neste sábado seu 11º gol na Série B, estava satisfeito com o resultado. Só lamentou o fato de ter que deixar o Palmeiras para se apresentar asegunda-feira à Seleção Brasileira que vai disputar o torneio de Futebol dos Jogos Pan-Americanos. "Infelizmente vou embora, mas onde estiver estarei torcendo pelos meus companheiros. É sempre bom poder ajudar os companheiros a conquistar um resultado positivo. Até o goleiro Sérgio, que não participou da partida, reconheceu o esforço do grupo e da torcida. "É até difícil de explicar o que o público vem fazendo em nossos jogos em casa. O time está jogando pela torcida."O zagueiro Alceu reconheceu a importância dos três pontos. "Não importa se jogamos bem ou mal, e sim o resultado. Dedico o resultado à torcida."Apesar da vitória, ao descerem para o vestiário no intervalo os jogadores do Palmeiras lamentaram a expulsão de Marcinho. "Não sei o que o Marcinho falou, e nem estou aqui para defendê-lo. Mas o árbitro recolheu o cartão vermelho em vários lances faltosos do Londrina no primeiro tempo", disse o goleiro Marcos. "Jogar com um a menos é muito complicado. Principalmente porque encontramos um adversário experiente", avaliou Correa. O volante Magrão preferiu pedir mais empenho para a equipe. "Não adianta lamentar o que aconteceu e sim correr mais."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.