Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras confia em Pacaembu como aliado para avançar na Copa do Brasil

Time recebe o Bahia no estádio municipal, onde tem histórico vitorioso e classificações recentes em confrontos mata-mata

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

16 Agosto 2018 | 05h00

Ficar sem o próprio estádio e ter de decidir no Pacaembu a vaga na semifinal da Copa do Brasil não preocupa o Palmeiras para o jogo desta quinta-feira, às 19h15, contra o Bahia. O time do técnico Luiz Felipe Scolari confia no retrospecto vitorioso de quem tem mais de 60% de aproveitamento e bastante identificação com o estádio paulistano.

No Pacaembu o Palmeiras conquistou 27 títulos, fez mais de 1,1 mil jogos e celebrou vitórias recentes em confrontos eliminatórios. Neste ano derrotou o Santos na semifinal do Campeonato Paulista, nos pênaltis, e no ano passado superou o Novorizontino, também pelo Estadual, no mesmo estádio.

O clube jogará com pelo menos 20 mil pessoas no estádio e tentará repetir a atmosfera da arena. O estádio alviverde está fechado para receber no sábado o show do grupo Tribalistas. "Pacaembu é a nossa segunda casa. A gente gosta muito do Allianz Parque, da pressão da nossa torcida. Mas o campo do Pacaembu é excelente, não vai ter diferença nenhuma. Nosso torcedor vai comparecer", disse o meia Bruno Henrique.

Depois do empate sem gols em Salvador no confronto de ida das quartas de final, o Palmeiras precisa de uma vitória simples para se classificar. Em caso de nova igualdade, a disputa da vaga será nos pênaltis. A equipe tratou a partida com cuidado, ao poupar os principais titulares no último domingo. Jogadores como o colombiano Borja, artilheiro da equipe na temporada, ganharam descanso para estarem em plenas condições. 

"Nosso elenco é bem qualificado. Nossa mentalidade é, sim, brigar pelas três competições. Temos vários jogadores, dois ou três por função", disse Bruno Henrique, em referência às disputas da Copa do Brasil, Copa Libertadores e Campeonato Brasileiro. "É muito bom todos darem esse respaldo. Para o elenco, é fantástico. A gente chega forte, com todos descansados para jogar todas as competições", disse.

O goleiro Weverton chegou a ser dúvida para a partida, mas se recuperou de dores na virilha e treinou normalmente. Devem voltar ao time titular o lateral Marcos Rocha e o atacante Willian, ambos recuperados de problemas musculares. 

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X BAHIA

PALMEIRAS: Weverton, Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Bruno Henrique, Felipe Melo e Moisés; Willian, Dudu e Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari

BAHIA: Anderson; Bruno, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Élton, Vinícius e Zé Rafael; Edigar Junio e Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.

Juiz: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Local: Pacaembu

Horário: 19h15

Na TV: SporTV

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.