Palmeiras conquista Copa do Brasil e acaba com um jejum de 12 anos

Com gol de Betinho, equipe comandada por Felipão empata por 1 a 1 com Coritiba e conquista título fora de casa

estadão.com.br

12 Julho 2012 | 00h00

CURITIBA - O Palmeiras chegou ao título da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, tendo que passar por apenas dois times de Série A em sua campanha. Só depois de superar Coruripe-AL, Horizonte-CE (Série D), Paraná (Série B) e Atlético Paranaense (Série B) é que o Palmeiras teve o seu primeiro grande adversário, o Grêmio, batido sem problemas nas semifinais. Depois, passou pelo Coritiba na final para chegar ao seu primeiro título de expressão em mais de uma década.

Encontrar um time grande na Copa do Brasil, porém, era quase uma novidade para o Palmeiras. A última vez que isso havia acontecido fora em 2000, quando foi eliminado pelo São Paulo nas quartas de final. Depois disso, o time alviverde sempre tropeçou antes mesmo de ter que medir forças com outro time grande.

Em uma década, seis participações na Copa do Brasil e uma série de resultados que o torcedor palmeirense prefere esquecer. Eliminações frente a ASA-AL, Vitória, Santo André, Ipatinga, Sport, Atlético Goianiense e Coritiba, times cuja história não pode ser comparada à do Palmeiras, o maior vencedor de títulos nacionais no País. E, para piorar, duas dessas eliminações ainda foram por goleada históricas: 7 a 2 para o Vitória, em 2003, e 6 a 0 para o Coritiba, no ano passado.

Assim, o grande mérito do Palmeiras campeão da Copa do Brasil de 2012 foi ter passado sem susto pelos adversários mais fracos, encerrando uma sina antiga, de 10 anos. Na primeira fase, o time paulista não conseguiu eliminar o jogo de volta, mesmo vencendo o Coruripe, em Alagoas, por 1 a 0. Depois, um tranquilo 3 a 0, em Jundiaí, selou a classificação.

A segunda fase passou rápido, com uma vitória por 3 a 1 sobre o Horizonte, no Ceará. Depois, dois rivais curitibanos. Sobre o Paraná, time que neste ano jogou a segunda divisão do Estadual (já conquistou o acesso), duas vitórias tranquilas: por 2 a 1, fora de casa, e por 4 a 0, nos seus domínios. Contra o Atlético Paranaense, o primeiro tropeço: 2 a 2, em Curitiba. Na volta, a Arena Barueri estava lotava para empurrar o time para uma vitória por 2 a 0.

Depois disso, era sabido que o Palmeiras não seria mais surpreendido. No máximo, mediria forças contra time times de mesmo calibre. E foi por isso que a vitória sobre o Grêmio, por 2 a 0, em Porto Alegre, foi tão comemorada. O time de Felipão fechou-se atrás, atacou na hora certa, achou dois gols no final e abriu grande vantagem para o jogo de volta, quando Valdivia retornou ao time e marcou o gol de empate em 1 a 1, que classificava o Palmeiras à final.

No primeiro jogo da decisão, mais uma atuação ruim. E mais uma vitória por 2 a 0, novamente aproveitando bem as chances criadas. E aí restou à equipe comandada por Felipão apenas administrar a vantagem para confirmar título nesta quarta.

A alta multa rescisória, porém, não permitia nem que Felipão pedisse demissão, nem que a diretoria tomasse essa atitude. E o treinador foi ficando e, ao seu estilo, reconquistando jogadores, torcedores e até os dirigentes. Com um grupo relativamente barato e sem muitas peças de reposição, ele deu um voto de confiança para o seu elenco e acabou recompensado. Apesar dos problemas de lesão, o torcedor sabe de cor o time titular.

Com contrato apenas até o fim do ano, o treinador volta a ter o seu passe valorizado depois do seu quarto título de Copa do Brasil. O Palmeiras, classificado à Libertadores, quer que ele continue para buscar o bicampeonato continental para o clube e o tri para Felipão. Outros clubes também deverão aproveitar para apresentar propostas. Quem ficar com Scolari já sabe que tem boas chances de conquistar uma Copa no ano que vem.

CORITIBA X PALMEIRAS

CORITIBA: Vanderlei, Jonas (Ayrton), Pereira, Demerson e Lucas Mendes; Sérgio Manoel (Lincoln), Willian, Éverton Ribeiro e Rafinha; Everton Costa e Roberto (Anderson Aquino). Técnico: Marcelo Oliveira

PALMEIRAS: Bruno, Artur, Thiago Heleno (Leandro Amaro), Maurício Ramos e Juninho; Henrique, Marcos Assunção, João Vitor (Márcio Araújo) e Daniel Carvalho (Luan); Mazinho e Betinho. Técnico: Luiz Felipe Scolari

GOLS - Ayrton; Betinho

Cartões amarelos - Pereira, Lincoln, Rafinha; Artur, Juninho, Henrique e João Vitor

Cartão vermelho - Pereira

Público - 35.122 pessoas

Renda - R$ 1.193.108,00

Árbitro: Sandro Meira Ricci (MG)

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

ACOMPANHE EM TEMPO REAL TODOS OS LANCES DA FINAL DA COPA DO BRASIL ENTRE CORITIBA E PALMEIRAS

49' 2°T - APITA O ÁRBITRO! O PALMEIRAS É CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL 2012!!!

48' 2°T - Luan invade a grande a área, mas perde a bola

47' 2°T - CARTÃO VERMELHO: Pereira (Coritiba)

45' 2°T - O árbitro dá 4 minutos de acréscimo

44' 2°T - CARTÕES AMARELOS: Lincoln e Pereira (Coritiba)

40' 2°T - A torcida alviverde já canta 'É CAMPEÃO' na arquibancada. A partida está bem mais tranquila e os jogadores do Coritiba não criam grandes chances na partida

35' 2°T - Rafinha corta por dentro, invade a grande área do Palmeiras, mas perde a chance de reacender as esperanças da equipe paranaense, que, com o empate, vai deixando o título da Copa do Brasil escapar em uma final pelo segundo ano consecutivo

32' 2°T - BRUNO! Anderson Aquino manda a bomba, mas o goleiro do Palmeiras espalma

31' 2°T - Luan manca em campo e está se segurando para não deixar a equipe alviverde com um a menos

28' 2°T - Assunção! Mais uma falta cobrada pelo jogador, que manda a bola na trave

26' 2°T - Ayrton lança e Pereira desvia a bola, que sai pela linha de fundo

25' 2°T - TROCA - Palmeiras: sai João Vitor (com dores); entra Márcio Araújo

25' 2°T - CARTÃO AMARELO: Henrique (Palmeiras)

21' 2°T - TROCA - Coritiba: sai Roberto; entra Anderson Aquino

20' 2°T - GOOOOOOOOOOOOOL DO PALMEIRAS! Betinho! Marcos Assunção cobra falta e o atacante marca! Betinho tem apenas 4 jogos no currículo com a camisa do time alviverde

17' 2°T - CARTÃO AMARELO: Marcos Assunção (Palmeiras). O árbitro teve uma conversa com Marcos Assunção e Lincoln antes da cobrança de falta. Mesmo assim, o jogador palmeirense leva cartão

16' 2°T - GOOOOOOOOOOOOOL DO CORITIBA! Ayrton!

15' 2°T - Falta perigosa para o Coritiba cobrar, após a falta de Artur em Lincoln 

15' 2°T - CARTÃO AMARELO: Artur (Palmeiras), falta em Lincoln

14' 2°T - TROCA - Coritiba: sai Sérgio Manoel; entra Lincoln

11' 2°T - TROCA - Palmeiras: sai Daniel Carvalho; entra Luan

10' 2°T - O ataque do Palmeiras não trabalha neste começo de 2° tempo. A bola quase não passa do meio de campo

07' 2°T - Muita pressão do Coritiba! Everton Costa domina a bola em contra-ataque e consegue escanteio pela direita

03' 2°T - Ayrton cobra falta perigosa a favor do Coritiba, mas manda a bola para fora

0' 2°T - Bola rolando. Começa o 2° tempo no estádio Couto Pereira (23h10)

TROCA: Coritiba - Sai Jonas; entra Ayrton

Resumo do 1° tempo: O Palmeiras entrou bem no jogo, com bastante velocidade e sem nervosismo. Está melhor do que na primeira partida da final, na Arena Barueri, semana passada. Já o Coritiba, que joga com o apoio da linda torcida no Couto Pereira, começou pressionando bastante, criou jogadas arriscadas para o time alviverde, mas depois deixou o rendimento cair. Jogo mais equilibrado até aqui. O Palmeiras teve 44% da posse de bola, contra 56% do Coritiba.

47' - Fim de 1° tempo no estádio Couto Pereira, no Paraná. Coritiba 0 x 0 Palmeiras

44' - Serão 2 minutos de acréscimo (vamos até os 47')

41' - Henrique tabela, acha espaço e cruza, mas Betinho chega tarde na bola. Depois, em boa jogada de Daniel Carvalho, Betinho só consegue escanteio para o Palmeiras

39' - Lucas Mendes arrisca de fora da grande área e manda a bola por cima do gol de Bruno

36' - TROCA: Palmeiras - Thiago Heleno sai chorando e mancando de campo, por causa de uma contusão na coxa esquerda; entra Leandro Amaro

34' - Depois de cobrança de falta pelo Coritiba, Palmeiras sai no contra-ataque. Mazinho dispara sozinho, na frente do jogador adversário, mas bate mal na bola e perde a chance de marcar o primeiro do time alviverde  

30' - Apesar da pressão do Coritiba, o time comandado por Felipão joga melhor do que na semana passada, consegue aproveitar um pouco mais os contra-ataques e cria mais chances, principalmente a partir da bola parada, com Marcos Assunção

28' - Quase! A defesa do Palmeiras falha e Rafinha, após bom passe de Everton Costa, quase abre o placar no Couto Pereira

27' - Marcos Assunção cobra falta, arrisca mandar direto para o gol, mas a bola vai para fora

 

25' - Henrique desvia a bola para fora. Na disputa de bola, Lucas Mendes comete falta em João Vitor

22' - Falta de Thiago Heleno em cima do jogador do Coritiba. Lance perigoso para o Palmeiras

20' - Betinho perde um gol feito, após cobrança de falta de Marcos Assunção pela esquerda. O atacante, sozinho com Vanderlei, manda a bola para fora

20' - Falta de Everton Ribeiro em Thiago Heleno. Marcos Assunção cobra!

17' - CARTÃO AMARELO: João Vitor (Palmeiras), por falta em Roberto

12' - Finalmente o Palmeiras chega com ataque perigoso para a equipe paranaense. Depois de bater na defesa do Coritiba várias vezes, Mazinho dá passe para Juninho, que chuta por cima do travessão 

10' - CARTÃO AMARELO: Rafinha (Coritiba), por simular falta

10' - Só o Coritiba vai para o ataque neste início de jogo e pressiona muito o adversário, como na 1ª partida da final, na Arena Barueri

06' - Everton Ribeiro passa pelo zagueiro do Palmeiras e arrisca direto para o gol, mas a defesa do time paulista manda a bola para fora

04' - CARTÃO AMARELO: Juninho (Palmeiras), falta em Rafinha

02' - O jogo começa perigoso para o Palmeiras! Rafinha chega pela direita e arrisca para o gol, mas Thiago Heleno desvia

0' - Começa o jogo no estádio Couto Pereira (22h05)

Mais conteúdo sobre:
Copa do BrasilPalmeirasCoritiba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.