Palmeiras consegue bom empate com o Grêmio em Porto Alegre

Debaixo de muita chuva no Estádio Olímpico, equipe paulista fica no 1 a 1 e termina rodada fora do G-4

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

27 de julho de 2008 | 17h59

O Palmeiras conseguiu um bom empate fora de casa neste domingo, na 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando debaixo de muita chuva no Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS), a equipe ficou no 1 a 1 contra o Grêmio, que segue como líder da competição nacional.Veja também: Classificação Calendário / Resultados Palmeiras satisfeito com empate, pelas condições do campoCom o resultado, a equipe paulista termina a rodada fora do G-4, na sexta posição, com 25 pontos. No entanto, poderá retornar para a zona de classificação à Copa Libertadores de 2009 já na próxima rodada, se vencer e seus adversários perderem. Já o time gaúcho pula para os 29 pontos na tabela do Brasileirão.No confronto deste domingo, o Grêmio foi melhor no primeiro tempo e só não abriu o placar porque o Palmeiras contou com a sorte. Logo no início Felipe cabeceou na trave e no fim do primeiro tempo Perea recebeu na cara do gol e novamente carimbou o poste.Já no segundo tempo, os visitantes voltaram com uma marcação muito forte e abriram o marcador aos 17 minutos. Após falha da defesa gremista, Kleber apareceu na cara do gol e foi derrubado por Pereira; pênalti. Na cobrança, Alex Mineiro bateu com tranqüilidade e inaugurou o marcador.No entanto, o Grêmio não se abateu com o gol sofrido e partiu para cima do adversário. Após muita pressão, o empate veio aos 22 minutos. Em cruzamento para a área, Marcos saiu mal do gol e a bola sobrou nos pés de Anderson Pico, que bateu para o fundo das redes e deu números finais ao marcador no Olímpico.O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira, quando recebe o Palmeiras no Palestra Itália. Já o Grêmio joga fora de casa um dia depois contra o Coritiba.CHUVAA forte chuva que caiu em Porto Alegre na tarde deste domingo atrapalhou a qualidade da partida, que prometia muito mais qualidade técnico. Com isso, as duas equipes, bem colocadas no Campeonato Brasileiro, basearam muito mais o futebol na garra e em uma forte marcação.Por jogar em casa, o Grêmio tomou a iniciativa do jogo desde o início. Logo aos quatro minutos, Tcheco fez bela jogada pela esquerda e cruzou com perfeição na cabeça de Felipe, que só não inaugurou o marcador porque deu azar e a bola bate no pé da trave.Os mandantes continuaram melhor em campo e o Palmeiras tentava seus avanços apenas nos contra-ataque, sempre armados por Diego Souza, que tentava encontrar o centroavante Alex Mineiro.A melhor chance palmeirense na etapa inicial esteve nos pés de Leandro, aos 26 minutos, que recebeu belo passe de Alex Mineiro mas mesmo dentro da área pegou mal na bola e mandou pela linha de fundo.Já o Grêmio continuava pressionando, mas aos 42 minutos a trave mais uma vez esteve no caminho do time gaúcho. Na grande área, Perea tirou do goleiro Marcos e a bola bateu no poste, para desespero da torcida.GOLS SÓ NO SEGUNDO TEMPONa etapa final, o Grêmio voltou com ainda mais apetite de ampliar o placar, tanto que logo no primeiro minuto Marcel perdeu excelente oportunidade em boa jogada de Felipe. Mas, atuando com inteligência, os visitantes conseguiram abrir o marcador aos 17 minutos. Grêmio 1 Victor; Pereira, William Thiego (Reinaldo) e Réver; Felipe Mattioni    , Willian Magrão, Rafael Carioca, Tcheco      e Anderson Pico; Perea e Marcel Técnico: Celso Roth Palmeiras 1 Marcos; Maurício     , Jéci e Gladstone; Élder Granja, Sandro Silva      (Wendel), Jumar, Diego Souza (Maicosuel) e Leandro; Kléber      (Denílson) e Alex Mineiro     Técnico: Vanderlei Luxemburgo Gols: Alex Mineiro, aos 17, e Anderson Pico, aos 22 minutos do segundo tempo Árbitro: Wagner Tardelli (Fifa-SC)Público e renda: Não disponíveisEstádio: Olímpico, em Porto Alegre (RS)Após falha da defesa gremista, Kleber partiu em velocidade e ficou na cara do gol. Quando ia chutar foi derrubado por Pereira e o árbitro assinalou pênalti sem nenhuma dúvida. Na cobrança, prevaleceu a tranqüilidade de Alex Mineiro, que bateu no canto, sem nenhuma chance de defesa para Victor.Sabendo que não poderia ser derrotado em casa, o Grêmio partiu para cima e na base da garra empatou apenas cinco minutos depois. Após cruzamento para a grande área, Marcos saiu mal do gol e deixou a bola nos pés de Anderson Pico, que sem goleiro chutou para o fundo do gol.Depois do gol, até o apito final do árbitro o jogo foi praticamente ataque contra defesa, com o Grêmio atrás do gol e o Palmeiras contente com o empate. Melhor para o time paulista, que sem levar grandes sustos segurou a igualdade no placar. RETROSPECTOO desempenho palmeirense fora de casa continua fraco no Brasileirão. Até agora, em oito partidas, foram quatro derrotas, três empates e apenas uma vitória, contra o Vasco no Rio de Janeiro.O time paulista consegue a maioria dos seus pontos no Campeonato Brasileiro em casa, onde tem seis triunfos e apenas um empate com o Figueirense.Na próxima rodada, o técnico Vanderlei Luxemburgo não poderá escalar o zagueiro Maurício, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.Atualizado às 21h04 para acréscimo de informação

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasGrêmioBrasileirão Série A

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.