Palmeiras contrata atacante do Jundiaí

A negociação levou mais de dez dias, mas acabou nesta quinta-feira. A diretoria do Palmeiras anunciou, enfim, a contratação do atacante Nenê, que disputou o Torneio Rio-São Paulo pelo Etti Jundiaí. O jogador, de 20 anos, é mais um para compor o grupo de jovens, no qual o técnico Vanderlei Luxemburgo aposta. Nenê deverá ser apresentado amanhã e fica no Palestra Itália, por empréstimo, até o fim do ano. O outro que havia chegado para o segundo semestre é Fabiano Eller, volante do Vasco.Mesmo assim, Luxemburgo não anda muito satisfeito. Nesta quinta-feira, ele deu um recado para a diretoria do Palmeiras, via imprensa. Quer alguns reforços de peso para diminuir a pressão dos mais novos. "Preciso ter jogadores de peso para dar sustentação ao time, para que os garotos se sintam mais leves", afirmou . Suas declarações não sensibilizaram, porém, o diretor Sebastião Lapola. O dirigente comentou que vai conversar com a comissão técnica sobre reforços de peso apenas após o Supercampeonato Paulista. Já avisou, no entanto, que não fará nenhuma grande contratação."Hoje em dia, quem faz loucura fica com dívidas, não consegue pagar o jogador. O Euller, por exemplo, estava louco para vir jogar no Palmeiras, mas não podemos pagar o salário que ele quer", explicou Lapola.A pesada reformulação no elenco do Palmeiras pegou de surpresa até o presidente do clube, Mustafá Contursi. Ele admitiu estar espantado com o afastamento do volante Claudecir, que terminou o Rio-São Paulo como titular da equipe. Mas garantiu que não vai interferir no trabalho do treinador. O destino do atleta deverá ser Flamengo ou São Caetano.A assessoria de Luxemburgo informou que o técnico vai entrar com uma ação na Justiça contra o Corinthians, pedindo os R$ 350 mil que ele alega ter direito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.