Palmeiras contrata zagueiro Índio

O primeiro indício de que Levir Culpi não ficará no Palmeiras foi dado nesta segunda-feira. O clube contratou o zagueiro Índio junto ao Juventude sem ouvir o técnico. Foi rompida assim a promessa do presidente Mustafá Contursi de que ?só acertaria a chegada de novos jogadores depois de ouvir a avaliação do treinador?.A contratação foi muito fácil, como o presidente do Palmeiras gosta. Índio é dono do passe e seu salário era baixo para um clube grande. De acordo com o jornal O Pioneiro, de Caxias do Sul, recebia R$ 10 mil mensais. Não foi difícil pagar o dobro para tê-lo por um ano. Em segredo, o zagueiro fez nesta segunda-feira exames médicos em São Paulo. E foi aprovado.Aos 27 anos, Marco Antônio de Lima, o Índio, começou sua carreira no Novorizontino. Passou também por Bragantino, Santo André, Figueirense, América-MG e Botafogo-SP. Ele será apresentado oficialmente em 2 de janeiro.Mustafá também entrou em contato com Edmundo. Mas a conversa não evoluiu. Como o salário oferecido foi inferior ao de Zinho e Dodô, o atacante não quis nem discutir e voltou a conversar com empresários representando clubes japoneses.O presidente do Palmeiras, candidato à reeleição em janeiro, continua atrás de reforços baratos para o clube, especialmente um lateral-esquerdo. Vários empresários buscam um jogador que preferencialmente seja dono do passe. Assim fica mais fácil para Mustafá convencê-lo a ganhar menos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.