Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Palmeiras convoca reunião para contornar problemas

Após protestos da torcida alviverde, diretoria do clube se reúne para discutir futuro do time

Daniel Akstein Batista, O Estado de S. Paulo

17 de setembro de 2012 | 16h31

SÃO PAULO - A diretoria do Palmeiras marcou uma reunião para esta segunda-feira para tratar do futuro do time no Brasileiro, que corre sérios riscos de rebaixamento para a Série B.

Um dos assuntos que vão ser tratados é sobre a segurança dos jogadores. No domingo, após a derrota para o Corinthians no Pacaembu, alguns torcedores se revoltaram com a equipe e quebraram cadeiras do estádio, arremessando no campo. E outros ainda tentaram agredir o presidente Arnaldo Tirone e o vice Roberto Frizzo.

“Vamos discutir esse assunto de segurança na reunião”, afirmou Piraci Oliveira, diretor jurídico do clube. “Por enquanto não dá para dizer o que será feito.” A escolha de um treinador também será uma das pautas desta reunião emergencial, que será realizada na Academia de Futebol.

Piraci lamenta ainda a violência da torcida. E sabe que o Palmeiras pode perder algum mando de campo por causa da confusão de domingo. “Lamentamos tudo o que aconteceu e tememos sim a perda do mando”, contou. “Vamos esperar para ver o que vai acontecer."

SILÊNCIO

Procurado pelo Estado, nem Tirone nem Frizzo quiseram comentar a delicada situação do time e os problemas com a sua torcida. “O momento agora é de abaixar a poeira”, disse o presidente. “Não é momento de falar, e sim de trabalhar”, resumiu o vice.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.