Palmeiras convoca torcida para o jogo de volta

Jogadores esperam o Pacaembu lotado para o confronto contra o Atlético-MG pela Copa Sul-Americana

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2010 | 16h04

Depois do empate por 1 a 1 na noite de quarta-feira, em Sete Lagoas (MG), o Palmeiras decide a vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana somente no dia 10 de novembro, quando recebe o Atlético-MG no Pacaembu. Mas já tratou de convocar a torcida palmeirense para lotar o estádio e apoiar o time na luta pela classificação.  

 

Veja também:

linkFelipão é absolvido e liberado para comandar o Palmeiras

linkLesionado, Valdivia para e desfalca o Palmeiras

 

"Agora, é fazer a nossa parte dentro de casa e contar com o apoio da nossa torcida. Precisamos transformar o Pacaembu num caldeirão", afirmou o meia Tinga, ao desembarcar com a delegação palmeirense em São Paulo nesta quinta-feira, após o jogo com o Atlético-MG, na noite anterior, em Sete Lagoas.

"Nossa torcida costuma estar presente e tenho certeza que vão lotar o estádio e ser o nosso 12º jogador dentro de campo", disse o atacante Kléber. "Sei que a torcida vai comparecer e valorizar essa partida. Espero que nossa torcida lote o Pacaembu com mais de 25 mil pessoas", completou o técnico Luiz Felipe Scolari.

Antes disso, porém, o Palmeiras volta a jogar no sábado, quando recebe o Goiás na Arena Barueri, pela 32ª rodada do Brasileirão. Para enfrentar o time goiano, Felipão não poderá contar com o volante Marcos Assunção, suspenso, e o meia Valdivia, que está afastado para se recuperar das dores na coxa esquerda.

Apesar do cansaço com a disputa simultânea da Copa Sul-Americana, os jogadores do Palmeiras mostram disposição para encarar o jogo de sábado contra o Goiás. "Todo mundo quer jogar, tem vontade de estar em campo. Mas nós já conversamos e vamos aguardar até a véspera do jogo para saber quem vai jogar", avisou Kléber.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.