Palmeiras corre atrás de reforços

"Se vier alguém, vem para somar, mas se não vier, o grupo é forte e tem condições de fazer bonito no Campeonato Brasileiro." A frase, repetida por quase todos os jogadores, dirigentes e comissão técnica, é o grande chavão palmeirense antes do início do nacional. Enquanto isso, nos bastidores, a diretoria corre contra o tempo para reforçar o elenco. O meia Zinho, ex-Grêmio, é o nome do momento. O atacante Guilherme parece não ter sido nada além de especulação. O diretor de futebol Sebastião Lapola, o mesmo que já tinha afirmado que o clube não traria ninguém antes do Brasileiro, falou nesta sexta-feira que o Palmeiras pretende anunciar dois novos nomes até a próxima semana . "Não garanto nada, mas estamos tentando", afirmou o dirigente. O técnico Vanderlei Luxemburgo é que parece não estar muito satisfeito com tanta indefinição. O treinador admitiu ter indicado à diretoria seu ex-desafeto Romário. Mas o clube não conseguiu contratá-lo e o Fluminense acabou fechando com o atacante. Em relação a Zinho, outra indicação do treinador, as negociações não avançaram. O técnico, bem ao seu estilo, esquiva-se de todas as perguntas sobre o assunto e afirma que o atual grupo tem condições de disputar bem o Brasileiro. Mas, talvez num recado nas entrelinhas à diretoria, ele falou que "o time, como todos os que disputam o campeonato, tenta o título, mas também está sujeito ao rebaixamento". "Não estou falando especificamente do Palmeiras. Todo mundo pode cair", desconversou. Até o momento, boa notícia no Palmeiras somente a permanência de Nenê e Arce. O impasse na renovação do contrato do paraguaio está na definição da duração: seis meses ou um ano. O goleiro reserva Sérgio, que interessa ao Santos, deu a entender que pretende ficar no Palmeiras. "Só quero trabalhar tranqüilo", disse.

Agencia Estado,

02 Agosto 2002 | 18h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.