Palmeiras corre risco de pegar brasileiros na Libertadores

A derrota para o Cerro Porteño por 3 a 2, na quinta-feira, vai custar caro para o Palmeiras na seqüência da Copa Libertadores. Segundo colocado do Grupo 7, o fato de a equipe ter de decidir o segundo e decisivo jogo da oitava-de-final fora de casa é apenas o menor dos problemas do técnico Leão. E a torcida palmeirense que se prepare: vai vir pedreira pela frente. Seja brasileiro, argentino ou mexicano, o Palmeiras vai encarar um forte time.Dentre os prováveis adversários, um velho conhecido: o Corinthians. E pode fazer também confronto brasileiro com o Internacional ou o Goiás. ?Não vejo problema nenhum em encarar outro brasileiro?, disse Leão após o jogo contra o Cerro. ?Só fico chateado porque um vai ficar de fora da seqüência da competição.? O Palmeiras só vai conhecer seu adversário semana que vem, após os resultados da última rodada da fase de grupos.O cruzamento das oitavas será realizado da seguinte maneira: os primeiros colocados serão enumerados de 1 a 8, de acordo com a pontuação; os segundo colocados ganharão os números de 9 a 16. O time 1 enfrenta o 16 , o 2 pega o 15, e por aí vai... O Palmeiras, com 9 pontos, já está entre os quatro piores segundos colocados. E, além de poder enfrentar um brasileiro, tem chance também de pegar o Vélez Sarsfield (que venceu os 5 jogos que fez) e o mexicano Chivas, que já bateu o São Paulo duas vezes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.