Helvio Romero/Estadão
Helvio Romero/Estadão

Palmeiras dá início à vida sem Barcos em Mogi Mirim pelo Paulistão

Vinícius é candidato para a vaga de Barcos. O atacante que entrou para a história do clube por ser o mais jovem a fazer um gol com a camisa alviverde

DANIEL BATISTA, Agência Estado

10 de fevereiro de 2013 | 12h00

SÃO PAULO - Ainda abalado com a saída do atacante Barcos, o Palmeiras volta a campo neste domingo para enfrentar o Mogi Mirim, às 19h30, no estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim, pela sétima rodada do Campeonato Paulista, em busca de sua segunda vitória consecutiva e tendo de aprender a viver sem seu principal jogador, que se transferiu para o Grêmio.

Jogar sem Barcos será uma experiência difícil e pouco comum para a equipe desde o ano passado, quando ele chegou ao Palmeiras. Poucas vezes o argentino se ausentou, mas agora é passado no clube e alguns personagens, deixados de lado nos últimos meses ou então que acabaram de chegar, podem ganhar espaço e, quem sabe, conseguir fazer a torcida esquecer o ídolo.

Um desses candidatos ao posto de Barcos é Vinícius. O atacante que entrou para a história do clube por ser o mais jovem a fazer um gol com a camisa alviverde - tinha 17 anos, 7 meses e 6 dias -, no dia 9 de março de 2010, na vitória por 2 a 1 sobre o Noroeste, tem mais uma chance de se firmar. E é bom ele mostrar serviço logo porque a concorrência tende a ser grande.

O meia Ronny, apresentado na última sexta-feira, já está regularizado e deve fazer a estreia. Ele pode ser uma opção para o ataque, posição na qual atuou diversas vezes no Figueirense. O atacante Kleber, outro que chegou na sexta, se recupera de lesão e terá que esperar pelo menos 15 dias para entrar na briga. Correndo por fora tem o garoto Caio, das categorias de base.

Em meio a tudo isso está o técnico Gilson Kleina, que terá de administrar a perda de Barcos, mas sem deixar o elenco baixar a cabeça. A ideia é aproveitar a boa vitória sobre o Atlético Sorocaba, na última rodada, para tentar emplacar mais um resultado positivo e aumentar a confiança do elenco para uma semana muito importante.

Na próxima quinta, o time estreia na Copa Libertadores contra o Sporting Cristal, no Pacaembu, e no domingo tem o clássico contra o Corinthians. Pelo clima de decisão, o técnico resolveu levar o elenco para Itu (SP) após a reapresentação desta segunda e ficar durante toda a semana. Só deixa a cidade para disputar os dois jogos.

Em relação ao time, o atacante Vinicius herda a vaga de Barcos. Mas existem algumas dúvidas. Souza pode entrar na equipe e ocupar a vaga de João Denoni ou de Márcio Araújo, que apesar dos gols nos últimos dois jogos está pendurado com dois cartões amarelos e pode ser poupado para o clássico. Assim como o lateral-direito Ayrton, que pode ceder a vaga para Wendel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.