Palmeiras: Daniel pode ficar 8 meses fora

O zagueiro Daniel, do Palmeiras, está praticamente descartado da partida de sábado, contra o Marília, no Palestra Itália, pela quarta rodada do quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta segunda-feira, uma ressonância magnética constatou que a torção no joelho esquerdo que tirou o atleta do último jogo, contra o mesmo Marília, afetou os ligamentos e, segundo palavras do médico Fúlvio Rossetti, "é muito, mas muito difícil que ele possa jogar". A ressonância será melhor analisada nesta terça e há a possibilidade de Daniel ser operado. Caso seja esta a decisão médica, o atleta pode ficar até 8 meses afastado dos gramados.O zagueiro torceu o joelho durante o primeiro tempo da partida contra o Marília (que terminou 2 a 0 para o Palmeiras) e deixou o campo substituído por Glauber. "Logo após o incidente, a primeira impressão foi de que a contusão não era grave. Tanto que logo em seguida ele andou numa boa, parecia apenas uma leve torção", comentou o outro médico do clube, Vinícius Martins. Ontem (09), porém, veio a preocupação. "Ele usou uma palavra mágica para nós médicos. Disse que o joelho dele vinha falseando. O que indicaria uma lesão nos ligamentos." Confirmada a gravidade da contusão, cabe agora aos médicos avaliarem se Daniel consegue se recuperar apenas evitando esforços, deixando ao próprio organismo do atleta a tarefa de reconstituir o ligamento, ou se será necessária a cirurgia. A decisão sai nesta terça. "De qualquer forma, só vamos liberá-lo para voltar a jogar se ficar 100% comprovado que ele não tem mais lesão alguma, o que é pouco provável de acontecer em tão curto espaço de tempo", disse Fúlvio ao comentar as chances de ele atuar neste fim de semana.Daniel termina de maneira ruim um ano bastante positivo em sua carreira. Sua chegada ao time, no início do Brasileiro da Série B, coincide com a melhora de rendimento da equipe. Calado, sem declarações polêmicas, se firmou com bom futebol, marcação eficiente e, de vez em quando, gols importantes. Como o que fez na vitória do Palmeiras sobre o Sport por 1 a 0, no Palestra Itália, na segunda partida do quadrangular final.Confirmada a ausência do atleta, Glauber entra em seu lugar. No meio-de-campo, o técnico Jair Picerni terá o retorno de Elson, que havia cumprido suspensão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.