Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

Palmeiras decide vaga com o Cruzeiro para ter presente de aniversário

Alviverde tenta a vaga na Copa do Brasil no dia que faz 101 anos

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

26 de agosto de 2015 | 07h00

Os jogos do Palmeiras ganharam nos últimos jogos um triste e irritante roteiro bem conhecido por sua torcida e pelo técnico Marcelo Oliveira. O problema, porém, é que nesta quarta-feira, diante do Cruzeiro, às 22h, no Mineirão, se as falhas se persistirem, boa parte dos objetivos da temporada vão por água abaixo. Justamente no dia em que o clube completa 101 anos de sua fundação. 

No primeiro jogo, o Palmeiras venceu por 2 a 1 no Allianz Parque e chega em Belo Horizonte com a vantagem do empate e pode até perder por um gol, desde que faça pelo menos dois gols. Se o resultado for 1 a 0 para os mandantes, eles se classificam e se for 2 a 1, a decisão será nos pênaltis. 

Uma eliminação da Copa do Brasil tão prematura seria algo muito sentido, já que a ideia da diretoria é conseguir, pelo menos, que a equipe conquiste uma vaga para a Libertadores do ano que vem e a competição seria uma forma mais rápida de chegar ao objetivo.

A questão é que mesmo nas vitórias, os palmeirenses têm deixado os gramados sem ter muito o que celebrar. O time tem jogado mal e repetindo as falhas de posicionamento e falha na marcação dos adversários, principalmente pelas laterais. Diante do Atlético-MG, pagou caro e levou a virada. 

Marcelo aposta na conversa e no segredo para tentar mudar a situação. Na terça-feira deu treino fechado no CT do América-MG e não tem revelado algumas lesões, como aconteceu com Cleiton Xavier e Cristaldo, que não treinou por sentir dores musculares e é dúvida.

Taticamente, a principal alteração pode ser a entrada de Zé Roberto na lateral-esquerda, após uma péssima exibição de Egídio contra o Atlético-MG, quando foi substituído ainda no intervalo do jogo. Na frente, Barrios será o titular, já que Alecsandro não pode atuar, por ter defendido o Flamengo na Copa do Brasil.

A tentativa de fazer o time jogar e marcar como quer faz com que Marcelo Oliveira estude até a possibilidade de mexer na defesa. Victor Ramos pode reaparecer no lugar de Jackson. E para tentar suprir a ausência de Gabriel, o clube acertou ontem a contratação do volante Thiago Santos, do América-MG.

A boa notícia para os palmeirenses é que no Cruzeiro as coisas também não estão bem. O técnico Vanderlei Luxemburgo está bastante pressionado e se não conseguir a classificação, deve ser demitido.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO: Fábio; Fabiano, Manoel, Paulo André e Mena; Charles, Henrique, Fabrício e Alisson; Marquinhos e Leandro Damião

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Victor Ramos, Vitor Hugo e Zé Roberto; Amaral, Andrei, Robinho, Rafael Marques e Dudu; Lucas Barrios

Técnico: Marcelo Oliveira

JUIZ: Anderson Daronco (RS)

LOCAL: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

HORÁRIO: 22h

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.