Ernesto Rodrigues/Estadão
Ernesto Rodrigues/Estadão

Palmeiras demite Narciso e mais sete funcionários das categorias de base

Presidente Paulo Nobre coloca em marcha sua reformulação na formação de atletas

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo - Atualizado às 20h40

11 de março de 2013 | 19h02

SÃO PAULO - O Palmeiras acertou nesta segunda-feira a demissão de oito funcionários das categorias de base do clube, entre eles, o técnico Narciso, ex-jogador do Santos, que chegou a dirigir o time principal na temporada passada, após a demissão de Luiz Felipe Scolari.

Deixaram o clube, além de Narciso, os seguintes profissionais: Claudinei Muza (coordenador da base), Candinho (coordenador técnico da base), Luis dos Reis (técnico do Palmeiras B), Pazeto (preparador físico do time de juniores), Carlos Magno (preparador de goleiros do time de juniores), Taubaté (roupeiro).

O clube confirma a demissão dos oito funcionários e alega que o motivo foi uma reestruturação nas categorias de base. Em fevereiro, o clube já havia anunciado a demissão de Jair Jussio, diretor da base, alegando o mesmo motivo.

Ao contrário do que foi divulgado anteriormente, Carla (recepcionista do CT de Guarulhos, onde treinam os meninos da base) não está na lista de funcionários demitidos. A assessoria do clube não quis divulgar o nome do oitavo profissional desligado.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolPalmeirascategorias de base

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.