Paulo Pinto/AE
Paulo Pinto/AE

Palmeiras desafia mau retrospecto contra nordestinos

Eliminada quatro vezes da Copa do Brasil por times do Nordeste, equipe alviverde luta contra o Flamengo-PI

Daniel Batista, Jornal da Tarde

10 de fevereiro de 2010 | 08h09

O Palmeiras inicia nesta quarta-feira sua caminhada em busca do segundo título da Copa do Brasil. O primeiro foi em 1998. E para dar o pontapé inicial neste objetivo, terá pela frente o Flamengo-PI, no Estádio Albertão, em Teresina, às 21h50 - com acompanhamento ao vivo aqui no estadao.com.br. Enfrentar equipes do Nordeste na competição não tem sido um bom negócio para a equipe do Palestra Itália.

Veja também:

linkGrêmio começa sua luta pelo penta

linkCom reservas, Vasco faz sua estreia

linkBotafogo esquece Estadual para encarar São Raimundo

Quatro vezes o time já deu adeus à competição por culpa de um rival nordestino. Ceará, Sport, Vitória e ASA já sentiram o gostinho de eliminar o Palmeiras. Agora, assim como aconteceu nos outros confrontos, os paulistas são francos favoritos. Por isso, o meia Cleiton Xavier, que é alagoano, alertou para os perigos que o jogo pode proporcionar.

 FLAMENGO-PI
Rafael; Tote, Laércio, Marcelão e Wildinho; Binha, Alecsandro, Luciano e Antonio Carlos; Joniel e Michel
Técnico: Valter Maranhão
 PALMEIRAS
Deola; Figueroa, Danilo, Edinho e Wendel; Márcio Araújo, Pierre, Deyvid Sacconi e Cleiton Xavier; Diego Souza e Robert
Técnico: Muricy Ramalho
Árbitro: Cláudio Mercante (PE)

Estádio: Albertão, em Teresina (PI)

Horário: 21h50 (de Brasília)

TV: Band e ESPN Brasil

"Eles (jogadores do Flamengo-PI) vão fazer de tudo para apresentar um bom futebol, já que as oportunidades de enfrentar equipes como o Palmeiras não são muito grandes", explicou o camisa 10, que destacou a popularidade que um jogador adversário pode ter se brilhar nesta quarta. "Se o cara jogar bem, vai atrair a atenção de outros clubes".

Além do Flamengo, um outro problema preocupa Muricy Ramalho. O desgaste de seus atletas. Ao contrário de adversários como São Paulo e Corinthians, o treinador não conseguiu fazer um rodízio neste início de temporada. A maioria dos atletas estão atuando direto desde a primeira rodada.

A maratona de jogos vitimou o goleiro Marcos. Com dores na coxa direita, o camisa 12 foi vetado pelo departamento médico e nem viajou para Teresina. Deola será o titular.

JARDEL

Embora esteja fora de forma e perambulando por clubes pequenos no últimos anos, o veterano Jardel ainda impõe respeito. O atacante é a maior atração do Flamengo, mas deverá ficar no banco de reservas.

"Ele é sempre um motivo de preocupação. Ninguém desaprende a jogar", avisou Cleiton, que não podia deixar de lembrar o ponto forte do adversário. "Temos que ter atenção com a bola aérea. Ele é muito bom nisso".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.