Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Palmeiras descarta contratar goleiro para o lugar de Fernando Prass

Lesão do titular não faz a diretoria planejar trazer um novo nome para a posição

DANIEL BATISTA, Agência Estado

23 de abril de 2013 | 12h29

SÃO PAULO - A lesão de Fernando Prass criou uma preocupação extra para o Palmeiras neste momento de jogos decisivos. Sem poder contar com seu titular pelos próximos dois meses, o técnico Gilson Kleina aposta todas suas fichas em Bruno, assim como a diretoria do clube descarta a possibilidade de contratar um substituto do goleiro titular, que se contundiu no último domingo, contra o Ituano.

Mais do que uma vontade, a aposta no reserva é uma necessidade, já que o clube tem dificuldades para contratar reforços e não conseguiria achar um goleiro de nível elevado - maior do que o de Bruno - até sábado, data limite para inscrição de jogadores nas oitavas de final da Libertadores.

Prass está fora do Campeonato Paulista e só voltaria em uma hipotética semifinal da Libertadores. Até lá, a aposta é total em Bruno. Mas algo que ajudou a colocar em dúvida a competência do goleiro foram as falhas nos gols do Ituano na derrota por 2 a 1, pela rodada final da primeira fase do Campeonato Paulista.

O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, minimiza o fato. "Estamos bem servidos de goleiro. Não tenho preocupação nenhuma. O Bruno tem todo a nossa confiança. O que aconteceu com ele poderia ter acontecido com qualquer goleiro. Foram lances normais", disse o dirigente.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasFernando Prass

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.