Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Fim da 'hierarquia' de goleiros faz Prass perder espaço no Palmeiras

Roger Machado considera agora opções a Jailson como de mesmo nível técnico e estabelece revezamento

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

30 de abril de 2018 | 07h00

O Palmeiras adotou um esquema diferente para determinar quem é o segundo goleiro do time. O técnico Roger Machado revelou neste domingo, após o empate sem gols com a Chapecoense, pelo Campeonato Brasileiro, que por uma nova avaliação técnica sobre Fernando Prass e Weverton, os dois se encontram em mesmo nível e vão se revezar como opção imediata de Jailson.

+ Roger Machado lamenta empate: 'Só faltou o gol'

+ Dudu rebate Andrés: 'Cada um cuida do seu time'

No começo do ano, para a disputa do Campeonato Paulista, a posição era outra. O clube definiu uma hierarquia para a posição, com Jailson como titular, Fernando Prass como reserva e Weverton como terceira opção. Agora, isso mudou. O primeiro compromisso com a nova organização no gol foi a vitória sobre o Boca Juniors, por 2 a 0, pela Copa Libertadores.

"Diferente do que determinei no Paulista, coloquei os jogadores no mesmo nível. Vai ter um revezamento de quem será o segundo goleiro em determinados momentos", explicou. Na semana passada, Weverton ficou no banco e Prass foi cortado da relação de jogadores para o jogo com Boca. Diante da Chapecoense, com Jailson poupado, foi a vez de Weverton virar titular e o colega ser reserva.

Prass fez no ano três partidas, enquanto Weverton agora tem dois jogos. "Como o Weverton foi o segundo goleiro na Libertadores, na ausência do Jailson ele foi para a partida. Posteriormente se acontecer a mesma coisa, será ele (Prass) o goleiro do Palmeiras", afirmou Roger Machado.

A reorganização dos goleiros mostra a perda de espaço de Prass no Palmeiras. Prestes a completar 40 anos, em julho, o veterano era titular no ano passado, tornou-se segunda opção no começo do ano e, agora, passa por um revezamento para ser reserva. Assim como Jailson, ele tem contrato com o clube somente até o fim desta temporada.

Poupado contra a Chapecoense por desgaste, Jailson retorna ao gol na quinta-feira, contra o Alianza Lima, no Peru, pela Copa Libertadores. A tendência é, portanto, que Prass assuma desta vez o cargo de segundo goleiro para essa partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.