Palmeiras desiste dos atletas do Guarani

É oficial: o Palmeiras desistiu de contratar o zagueiro João Leonardo e o atacante Evandro Roncatto, revelações do Guarani na última temporada. A confirmação foi dada pelo próprio presidente do clube de Campinas, José Luiz Lourencetti, que durante a semana participou de duas reuniões em São Paulo com dirigentes palmeirenses."Nós tínhamos dado um prazo final para eles até o meio-dia. Pela manhã, recebi um comunicado de que não havia interesse pelos valores pedidos", revelou o presidente do Guarani. Os valores comentados eram de US$ 1,5 milhão por 50% dos dois jogadores, além de R$ 300 mil pelo empréstimo de 1 ano.Além da permanência de suas duas revelações, o Guarani acertou nesta sexta-feira a contratação do terceiro reforço para a temporada 2005. É o meia-atacante Anaílson, do São Caetano. A diretoria do clube de Campinas tinha anunciado até então a chegada do lateral-direito Alemão, do Cruzeiro, e do lateral-esquerdo Gílson, que estava no Goiás.A diretoria também já definiu a renovação dos contratos do goleiro Jean e do volante Careca. O próximo a acertar deve ser o volante Marcos Paulo. Já o meia Harison, sem acordo, e o atacante Sandro Hiroshi, nos planos do Fortaleza, não interessam mais.Ainda nesta sexta-feira, José Luiz Lourencetti rebateu algumas acusações feitas pelo atacante Viola, em litígio com o Guarani por atrasos salariais. O jogador chegou a chamar os dirigentes do clube de "falsos e mentirosos", culpando-os pelo rebaixamento do time para a Série B do Brasileiro. "O Viola gosta de polêmica para aparecer na imprensa. Não vou entrar na dele, mas vamos solicitar juridicamente que ele confirme e prove todas suas afirmações", avisou o presidente do Guarani.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.