Rodrigo Corsi/Ag. Paulistão
Rodrigo Corsi/Ag. Paulistão

Palmeiras desperdiça boas chances, mas vence Guarani com gols de Scarpa e Wesley

Antes de maratona de clássicos pelo Campeonato Paulista, equipe de Abel Ferreira conquista triunfo sem muitos sustos no Allianz Parque

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de março de 2022 | 18h10

Com um time praticamente reserva, o Palmeiras derrotou o Guarani por 2 a 0 na tarde deste domingo, no Allianz Parque, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista. Além de ser o líder na classificação geral, o time de Abel Ferreira é o único que não perdeu na competição. São seis vitórias seguidas em casa, sem sofrer gols.

A vitória levou o Palmeiras aos 20 pontos, na liderança isolada do Grupo C. O time alviverde está a uma vitória da classificação. O Guarani, por outro lado, ficou com dez pontos, fora da zona de classificação do Grupo A.

Após conquistar mais um título com o Palmeiras, desta vez, da Recopa Sul-Americana, o técnico Abel Ferreira apostou em um time praticamente reserva para enfrentar o Guarani. Dos jogadores que costumam ser titulares, apenas Weverton, Gustavo Gómez e Gustavo Scarpa iniciaram o embate. O último havia perdido a vaga nos últimos jogos, pois se recuperava de uma lesão.

Já o goleiro Weverton entrou em campo por causa de uma ação de marketing. Ele vai ter um menino e, por isso, colocou o atleta em campo com a camisa azul. Se fosse uma menina, ele jogaria de laranja. Nesta tarde, teve boa atuação, tendo feito defesas importantes, principalmente na etapa final.

O primeiro tempo, inclusive, foi morno. O Palmeiras teve a posse de bola e criou as principais oportunidades de gol. Gustavo Scarpa de longa distância arriscou e mandou para fora. Já o jovem Giovani foi lançado na direita, dominou com categoria e chutou para fora. Já o Guarani tentou surpreender no contra-ataque, mas sem acertar o gol de Weverton.

O primeiro chute no alvo do jogo foi de Gustavo Scarpa, aos 50 minutos. Maxwell deu uma voadora para acertar a bola, mas acabou batendo próximo ao rosto de Mayke. O árbitro assinalou pênalti após consultar o VAR. O camisa 14 chapou forte para inaugurar o marcador, sem dar qualquer tipo de chance do Guarani reagir ainda na etapa inicial.

O jogo ganhou em emoção no segundo tempo. Abel abriu os pontas e começou a incomodar a defesa do Guarani. Derlan chegou a tirar uma bola em cima da linha em tentativa de gol de Gabriel Veron. O Guarani respondeu com Matheus Ludke. O lateral recebeu dentro da área e cabeceou para um milagre de Weverton.

O goleiro voltou a aparecer ao defender um arremate de Nicolas Careca, cara a cara. Do lado do Palmeiras, foi um festival de gols perdidos. Após grande lance de Dudu, Rafael Navarro apareceu com gol aberto, mas chutou em cima da defesa. Wesley, ainda mais próximo do gol e sem goleiro, jogou por cima.

Nos minutos finais, o Guarani ainda ficou com um jogador a menos, após Rodrigo Andrade, caído, acertar uma cotovelada no rosto de Mayke. A expulsão deixou o jogo mais fácil para o Palmeiras, que controlou o embate e decretou o triunfo aos 48 minutos com Wesley. Ele chutou, a bola desviou em Ronaldo Alves e acabou parando no fundo das redes.

O Palmeiras volta a campo para enfrentar o São Paulo na quinta-feira, às 20h30, no estádio do Morumbi, na capital paulista, em jogo adiado da quarta rodada. Já o Guarani enfrenta a Ferroviária no sábado, às 16h, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 X 0 GUARANI

PALMEIRAS - Weverton; Mayke, Kuscevic, Gustavo Gómez e Jorge (Piquerez); Atuesta (Danilo), Jailson e Gustavo Scarpa (Wesley); Giovani (Dudu), Gabriel Veron (Raphael Veiga) e Rafael Navarro. Técnico: Abel Ferreira

GUARANI - Maurício Kozlinski; Mateus Ludke, Ronaldo Alves, Derlan e Eliel (Rodrigo Andrade); Bruno Silva, Índio e Giovanni Augusto (Lucas Venuto); Maxwell (Nicolas Careca), Júlio César (Vitinho) e Lucão do Break. Técnico: Daniel Paulista.

GOLS - Gustavo Scarpa, aos 50 minutos do primeiro tempo. Wesley, aos 48 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Fabiano Monteiro dos Santos

CARTÕES AMARELOS - Abel Ferreira, Gustavo Scarpa e Jorge (Palmeiras); Maxwell (Guarani)

CARTÃO VERMELHO - Rodrigo Andrade (Guarani)

RENDA - R$ 1.141.282,96

PÚBLICO - 23.916 torcedores

LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.