Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Palmeiras deve enviar protesto contra a arbitragem nesta sexta

Clube não aprova a atuação de Luiz Flávio de Oliveira

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2015 | 07h01

O Palmeiras deve oficializar nesta sexta-feira um protesto contra a atuação do árbitro Luiz Flávio de Oliveira, que não marcou um pênalti de David Braz em Lucas Barrios, dentre outros lances, na vitória do Santos por 1 a 0, quarta-feira, na Vila Belmiro.

A tendência é que o pedido não tenha tanto efeito, já que o chefe da Comissão de Arbitragem, Sérgio Corrêa, deu entrevista ao Globoesporte.com e disse que não viu erro de Luiz Flávio no lance. Mas a direção do clube vai formalizar o protesto para demonstrar sua indignação.

Após o jogo, o presidente Paulo Nobre deu entrevista na Vila Belmiro e chamou de vergonhosa a atuação da arbitragem na decisão. E disse ainda que não iria dar escândalo, mas sim, formalizar um protesto, através de um DVD com imagens em que o demonstrada lances que o clube teria sido prejudicado. Além do pênalti marcado, os palmeirenses criticaram o fato do lateral-direito Lucas ter sido expulso e Lucas Lima não ter sido advertido. O meia do Santos estava pendurado com dois cartões amarelos.

Para o segundo jogo, na próxima quarta-feira, no Allianz Parque, o sorteio para ser conhecido o árbitro da decisão acontece na segunda-feira, às 12h. Os nomes ainda não foram divulgados, mas nos bastidores se comentam a possibilidade de ter dois nomes e que um deles seja Anderson Daronco. O outro deve ser um árbitro paulista.

 

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolPaulo Nobre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.