Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Palmeiras deve fechar com meia Lucas Lima até a próxima semana

Após jogador se despedir do Santos, aguarda reunião entre empresários e o futuro clube para ter a transferência concretizada

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

21 Novembro 2017 | 21h19

O Palmeiras aguarda um encontro final na semana que vem para selar a contratação do meia Lucas Lima. A vinda do empresário do jogador, o pai de Neymar, é o último passo para confirmar a transferência, depois de nesta terça-feira uma reunião da diretoria do Santos terminar com a definição de que o jogador não vai mais atuar pelo clube da Vila Belmiro.

+ Palmeiras vai decidir estaduais sub-11 e sub-15 na arena

+ Dudu afirma que trocas de técnico prejudicaram o time no ano

O time da capital paulista monitora a situação do meia há meses. A reunião entre a diretoria palmeirense, o pai de Neymar e o outro empresário de Lucas Lima, Edson Khodor, ficou marcada na última semana, durante viagem do diretor de futebol do Alviverde, Alexandre Mattos, à Europa. Ficou combinado na ocasião que a presença no Brasil do pai de Neymar, que em Paris, seria o passo decisivo para concluir a contratação.

Lucas Lima tem contrato com o Santos até 31 de dezembro. As conversas para renovação de contrato não evoluíram desde junho, quando o clube apresentou uma primeira proposta. O jogador a partir de 1º de janeiro de 2018 se tornará dono dos seus direitos e, portanto, o Palmeiras não terá de pagar para o rival. Mas o clube alviverde terá de desembolsar um valor como comissão aos empresários e o próprio atleta, montante que será pago com recursos próprios e sem a ajuda da patrocinadora, a Crefisa.

No Palmeiras, Lucas Lima terá um contrato de cinco anos. O jogador já foi informado das condições de trabalho, do salário e bonificações por metas alcançadas. A diretoria ainda não confirmou a vinda, porém nos bastidores há o otimismo pela chegada do jogador de 27 anos.

O Palmeiras já contratou para a próxima temporada o zagueiro Emerson Santos, do Botafogo, e o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, do Cruzeiro. Há também um acordo encaminhado com o goleiro Weverton, do Atlético-PR. Falta uma definição de como liberar o jogador para se apresentar como reforço já em janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.