Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Palmeiras deve ir com força máxima contra a Ponte Preta

Na luta pela liderança geral com o Santos, Gilson Kleina desistiu da ideia de poupar titulares

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

15 de março de 2014 | 04h53

SÃO PAULO - O jogo deste sábado contra a Ponte Preta no Pacaembu tinha tudo para ser um amistoso de luxo para o Palmeiras, afinal o time já garantiu com sobras a primeira colocação de seu grupo e vem de uma viagem desgastante a Rondônia – onde jogou 90 minutos em campo pesado pela Copa do Brasil. Mas a ambição de terminar a fase de classificação com a liderança geral levou Gilson Kleina a mudar os planos, e ele resolveu escalar a força máxima para buscar mais três pontos.

Antes da partida contra a Portuguesa, o treinador havia dito que pouparia os jogadores contra a Ponte por causa da viagem até Rondônia, mas ele sentiu que o elenco se recuperou bem e relacionou o que tem de melhor.

Como a equipe só volta a campo no próximo domingo, contra o Santos, e ganhará dois dias de folga após a partida deste sábado, Kleina acha que dá para exigir mais do time, em nome da briga pela liderança. Se vencer, joga pressão para cima do Santos, que só entra em campo amanhã em Rio Claro.

“Vencer a Ponte faz a gente manter um campeonato à parte com o Santos e deixa o clássico ainda mais decisivo”, disse Kleina. Santos e Palmeiras estão com 32 pontos, e o time da Baixada Santista leva vantagem no saldo de gols (22 contra 14).

Kleina não poderá contar com Marcelo Oliveira (suspenso) e Wesley (dores na coxa direita). A tendência é que o time seja praticamente o mesmo que encerrou a partida contra o Vilhena, exceto pela entrada de Tiago Alves no lugar de Marcelo Oliveira. Kleina disse no começo da semana que poderia escalar Bruno César desde o início do jogo, e se isso se confirmar será a primeira vez que ele será titular ao lado de Valdivia.

DESFALCADO

Na Ponte Preta, Vadão trata o confronto como decisivo. No meio da semana ele escalou reservas para enfrentar o Náutico-RR, pela Copa do Brasil, só por causa do estadual. O que o treinador não contava era que neste sábado, o volante Fernando Bob e o atacante Alemão sofressem lesões musculares e ambos estão fora da partida. Se vencer, a equipe garante a classificação para as quartas de final – em que seu adversário será o Santos, na Vila.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Tiago Alves e Juninho; França, Eguren, Mendieta (Bruno César) e Valdivia; Leandro e Alan Kardec.

Técnico: Gilson Kleina

PONTE PRETA: Roberto; Ferrugem, César, Diego Sacoman e Magal; Bruno Silva, Alef, Adrianinho e Antônio Flávio; Rossi e Silvinho.

Técnico: Oswaldo Alvarez

JUIZ: Marcelo Rogério

LOCAL: Pacaembu, em São Paulo

HORÁRIO: 16h

TRANSMISSÃO: Pay-per-view

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.