Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Marcelo Oliveira deve dar nova chance a Girotto no Palmeiras

Técnico deve escalar time misto contra o Avaí, na Ressacada

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

16 de outubro de 2015 | 09h54

Preocupado com o desgaste físico de seus atletas, o técnico Marcelo Oliveira pode poupar alguns jogadores considerados titulares do Palmeiras da partida contra o Avaí, sábado, às 18h30, na Ressacada, pelo Campeonato Brasileiro. Na manhã desta sexta-feira, o treinador admitiu que deverá fazer mudanças na formação da equipe e antecipou três prováveis nomes para iniciar o jogo.

"Tem a possibilidade de mudar o time, porque temos um jogo de fundamental importância na quarta (contra o Fluminense, pela Copa do Brasil) e alguns jogadores estão desgastados. Ainda vamos conversar com os atletas e pegar o diagnóstico para montar a equipe", explicou o treinador, já dando uma ideia de qual deve ser a formação.

"Como na quarta a gente não pode contar com o Alecsandro, Thiago Santos e Leandro Almeida, talvez a gente possa utilizá-los diante do Avaí", explicou, lembrando que os três já jogaram por outros clubes na Copa do Brasil, por isso não podem atuar pelo Palmeiras diante do Fluminense.

No meio de campo, o criticado volante Andrei Girotto pode ter mais uma chance. Marcelo admitiu que o jogador não está rendendo o esperado, mas que pensa em lhe dar uma nova oportunidade. Outra opção, seria testar o garoto Matheus Salles, que saiu das categorias de base do clube e ficou no banco de reservas pela primeira vez na partida contra a Ponte Preta.

"Vamos treinar para ver se passamos confiança ao Girotto para ele fazer aquilo que fazia no América ou se usamos outra situação. A gente tem duas no momento: um jogador mais jovem e que nunca jogou, o Matheus Salles, ou dar confiança e força para o Girotto exercer o seu trabalho", explicou o treinador.

Andrei Girotto foi titular na partida contra a Ponte Preta, mas foi substituído ainda no primeiro tempo por Gabriel Jesus e deixou o gramado bastante vaiado pelos torcedores. "Ele já fez coisas boas para se valorizar e jogar no Palmeiras. É isso que vamos trabalhar no treinamento. Um time forte e combativo, mas que jogue com naturalidade", projetou o comandante palmeirense.

O Palmeiras treina na manhã deste sábado em uma atividade sem a presença da imprensa. Em seguida, os jogadores almoçam e viajam para Florianópolis, onde enfrentam o Avaí. Apesar da derrota para a Ponte Preta, os tropeços de Santos e São Paulo foram benéficos para o time, que se mantém apenas um ponto do G4 do Campeonato Brasileiro.

Para encarar o Avaí, a equipe pode contar com as voltas de Jackson e Egídio, que estavam suspensos. Robinho, Cleiton Xavier, Gabriel e Arouca continuam fora. Fellype Gabriel, com dores nas costas, é dúvida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.