Palmeiras: discordância sobre adversários

As opiniões se dividiram hoje no Palmeiras quando o assunto foram os adversários ao título do Campeonato Paulista. Afinal, o time do Parque Antártica tem mais chances de vencer o Estadual do que São Paulo, Santos e São Caetano, que tem de dividir atenção com a Taça Libertadores da América? Sobre o assunto, não houve consenso. "Acho que é vantagem para nós porque os outros times vão se preocupar mais com a Libertadores. Fora isso, eles terão momentos de cansaço por causa das viagens e isso costuma aparecer nos minutos finais dos jogos", opina o volante Diego Souza. Magrão discordou do companheiro. "Acho que é igual para os dois porque estamos disputando a Copa do Brasil, que é importante para nós. Se conseguirmos o título e a vaga na Libertadores estaremos com a temporada ganha", argumenta. O volante também ressaltou que a motivação de um atleta quando disputa uma competição internacional muda. "Jogar Libertadores não cansa. A gente fica empolgado." No treino de hoje, o técnico Jair Picerni promoveu algumas mudanças no coletivo, que não foi cancelado apesar da forte chuva na Academia de Futebol. O técnico testou o atacante Muñoz no lugar de Adriano Chuva. Se o jogador for mantido nas atividades de amanhã provavelmente vai ser o titular no sábado. O zagueiro Nen, com dores musculares, foi poupado dos treinos.

Agencia Estado,

03 de março de 2004 | 19h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.