Palmeiras diz que é favorito no Paulista

Tanto os jogadores do Palmeiras quanto o técnico Jair Picerni são unânimes em apontar a equipe como favorita à conquista do título paulista. Após uma semana de treinamentos em Águas de Lindóia, existe a certeza de que, mesmo com a contratação apenas do zagueiro Nen, o time tem condições de brigar com os rivais de igual para igual. A desconfiança que marcou o elenco em boa parte da campanha da Série B do Brasileiro em 2003 é coisa do passado. "Independentemente do time que entre em campo, o Palmeiras será sempre favorito. E os treinos desta semana serviram para unir ainda mais o grupo, que pôde comprovar que não deve nada a ninguém. Sinto que estamos nos encontrando a cada dia. E a tendência é que as coisa fluam melhor a cada dia", disse Magrão. Para o volante, o fato de o grupo ser formado por jogadores que conquistaram a Série B do Brasileiro reforça ainda mais a confiança. "Aqui temos homens vencedores, que foram reconhecidos ano passado mas ainda têm que provar muita coisa este ano. Mas o que muita gente esquece é que estamos juntos há quase um ano. No futebol de hoje, o entrosamento é fundamental, e isso não nos falta. Temos tudo para largar na frente. Futebol não se ganha com nome. Se ganha em campo, jogando." Jair Picerni também demonstra estar muito confiante após o que viu na pré-temporada. "O grupo está solto. Por isso, acredito que vamos entrar no Paulista muito bem. O objetivo é um só e não podemos decepcionar a torcida. Fico tranqüilo porque estamos próximos de atingir a condição ideal." De acordo com o treinador, a pré-temporada deixou o time em condições de correr bem nos próximos seis meses. "Mas nem por isso vamos esquecer de ralar." Um aviso de que não vai aceitar o relaxamento de ninguém foi dado nesta sexta-feira pelo treinador, que antes do treino começar, disse que nenhum integrante do grupo poderia se achar mais do que é. "Eu disse aos jogadores que confio muito neles, mas nem por isso o trabalho de campo deve ser esquecido. Sem pegada, não iremos a lugar nenhum." Mesmo diante da falta de reforços, Picerni tenta provar que o time é capaz de satisfazer a torcida. "Gostaria que chagasse alguém, mas vou com o que tenho. O importante é iniciar bem o Paulistão porque o resto virá naturalmente." Neste sábado, acontece o último treino em Águas de Lindóia. Em seguida, o time viaja para Ribeirão Preto, onde domingo enfrenta o Comercial amistosamente às 16 horas. Será a segunda partida do Palmeiras na temporada, que domingo perdeu para o Oeste por 2 a 1. O treinador confirmou que Marquinhos vai começar jogando na lateral-esquerda em Ribeirão. A diretoria confirmou que Lúcio está inscrito para a primeira rodada do Paulista na quarta-feira, quando o Palmeiras receberá o Paulista no Parque Antártica. Mas como os documentos relativos à rescisão de seu contrato com o Ituano chegaram após o prazo limite estipulado pela Federação Paulista, o jogador não será relacionado. Marquinhos deverá ser o titular.

Agencia Estado,

16 de janeiro de 2004 | 20h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.