Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Palmeiras dosa estreias de reforços e vê novatos mostrarem ansiedade

Contratações para 2019 aos poucos ganham oportunidade para atuar

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

25 de janeiro de 2019 | 04h30

Os seis jogadores contratados pelo Palmeiras para a temporada 2019 vão precisar de paciência até terem uma sequência pela equipe. O clube demonstrou que vai dar espaço para todos aos poucos e trabalhar para que não se sintam ansiosos com a oportunidade. Os três novatos testados até agora (Felipe Pires, Zé Rafael e Carlos Eduardo) estiveram em campo menos de 90 minutos.

Quem atuou por mais tempo foi Zé Rafael. Contra o Botafogo-SP, na última quarta, o jogador ex-Bahia começou como titular e deixou o time só no segundo tempo para a entrada de Lucas Lima. O camisa 8 admitiu ter se sentido ansioso. "A gente acaba sentindo um pouco por ser o primeiro jogo, tem a estreia, nervosismo. Com o tempo eu vou pegando confiança", disse Zé Rafael.

O outro reforço a ter jogado contra o Botafogo foi Carlos Eduardo. Assim como Felipe Pires, que foi o novato a ter jogado na estreia na temporada, o atacante entrou no segundo tempo e teve 45 minutos para demonstrar serviço. O reforço que veio do Piramids, do Egito, conseguiu sofrer um pênalti, mas ao errar alguns passes simples, levou broncas do técnico Luiz Felipe Scolari.

"Fiquei muito contente quando soube que iria ser relacionado para o jogo. Não via a hora de entrar em campo com essa camisa, e pisar no gramado do Allianz Parque. Vou procurar trabalhar bastante para aproveitar as oportunidades que forem surgindo", afirmou o jogador, que só foi inscrito na competição depois da primeira rodada.

Ao avaliar Carlos Eduardo, Felipão analisou que o atacante ainda não se sentiu totalmente à vontade no clube. "Ele foi contratado para driblar, mas em alguns lances preferiu passar a bola. Claro, foi só uma estreia. Mas quero identidade. Quero que saiba que, se errar ao tentar o drible, tem todo o meu apoio. Ele pode ter um pouco de receio por causa do torcedor do Palmeiras, mas não quero isso", disse o treinador.

Outros três reforços trazidos pela diretoria estão em um espécie de lista de espera para o Campeonato Paulista. O volante Matheus Fernandes e os atacantes Ricardo Goulart e Arthur Cabral ainda não foram inscritos. Restam apenas duas vagas abertas para o clube atualizar a relação dos 26 jogadores aptos a disputar o torneio.

Para Entender

Guia do Paulistão 2019: tudo o que você precisa saber sobre a competição

Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo vão iniciar competição com menos de três semanas de pré-temporada

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.