Sérgio Neves/AE
Sérgio Neves/AE

Palmeiras e a maldição da bola aérea

Equipe já sofreu seis gols no Campeonato Brasileiro e dois na Sul-Americana em jogadas parecidas

Daniel Batista - estadão.com.br,

19 de agosto de 2011 | 11h54

SÃO PAULO - Os adversários já perceberam que o caminho para marcar gols no Palmeiras é por meio de cruzamentos para a área. Os números mostram o quanto o Palmeiras é deficiente neste quesito. Na quinta-feira, no empate em 1 a 1 com o Bahia, mais uma vez uma falha de posicionamento da defesa culminou em tropeço e só serviu para deixar ainda mais claro o quanto o técnico Luiz Felipe Scolari vai ter de trabalhar para solucionar este velho problema do time.

O Palmeiras levou 12 gols no Campeonato Brasileiro e dois na Copa Sul-Americana. Desses 14 gols, oito saíram de bolas alçadas para a área. Ou seja, 57% dos gols sofridos pelo Palmeiras foram pela mesma jogada.

Contra o Bahia, quinta-feira, o lateral Marcos cruzou para a área, o goleiro Marcos saiu mal na bola e Titi, impedido, desviou de cabeça para garantir o empate por 1 a 1. "Foi um erro meu. A falha foi minha. Eu sou responsável pelo empate. Não dá para perder para um cara que vai de cabeça e eu com as mãos", disse o goleiro palmeirense.

Marcos não tem sido o único culpado pelos gols sofridos do Palmeiras. Jogadores da zaga e do meio de campo também estão marcando bobeira. Na Copa Sul-Americana, o Palmeiras perdeu por 2 a 0 para o Vasco, em São Januário, graças a dois cruzamentos que resultaram em gols. No primeiro lance, Bernardo cobrou escanteio, a bola desviou em Henrique, bateu em Diego Souza e foi para o gol. No outro lance, Leandro cruzou na cabeça de Elton, que fechou o marcador.

Além de causar irritação na torcida e em Felipão, os vacilos na bola aérea tem custado pontos ao Palmeiras. Descartando a Sul-Americana, que é torneio mata-mata, os outros sete gols sofridos no Campeonato Brasileiro fizeram a equipe perder nove pontos, que se tivessem sido conquistados, hoje o Palmeiras estaria dividindo a liderança com o Corinthians.

A lista do gols de bolas aéreas sofridos pelo Palmeiras:

Titi - Palmeiras 1 x 1 Bahia, dia 18/08

Elton e Diego Souza - Vasco 2 x 0 Palmeiras, dia 11/08

Jeci - Coritiba 1 x 1 Palmeiras, dia 03/08

Marquinho - Fluminense 1 x 0 Palmeiras, dia 24/07

Washington - Ceará 2 x 0 Palmeiras, dia 26/06

Leandro Damião - Internacional 2 x 2 Palmeiras, dia 12/06

Anselmo Ramon - Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras, dia 29/05

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolPalmeirasFelipãoMarcos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.