Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Palmeiras e Bota relembram a Segundona

O Palmeiras, que nesta terça-feira enfrenta o Botafogo, às 20h30, no Parque Antártica, terá o mesmo espírito daquele time que foi campeão da Série B do Campeonato Brasileiro de 2003. A promessa é dos próprios jogadores, que, após a vitória sobre o líder Atlético-PR, sábado (3 a 1), não admitem mais tropeços em casa até o fim da competição.É baseado no exemplo da Segunda Divisão que o time quer se aproximar dos líderes. A equipe comandada por Estevam Soares ocupa a 6ª colocação, com 62 pontos (o Botafogo é o 21º, com 40 pontos) e quer se aproveitar do fato de jogar em casa para buscar uma vaga na Libertadores e brigar até mesmo o título. Paysandu, Guarani, Flamengo e Criciúma são os próximos adversários do time em seu estádio.Para tentar alcançar o objetivo, o primeiro passo já foi dado: voltar a ter o apoio dos torcedores nos jogos em casa. ?Temos de voltar a ter aquele espírito que tínhamos na Série B e conquistar de vez o apoio do nosso torcedor. O segredo é ter determinação?, ensina Magrão, um dos líderes do elenco palmeirense. ?Fazíamos jogos excelentes no Parque Antártica no ano passado. Foi assim contra o Atlético-PR.?Foi justamente contra o Botafogo que o Palmeiras encerrou a sua participação na Série B de 2003, com uma vitória por 4 a 1, no Parque Antártica. Hoje, a situação das duas equipes é oposta. Enquanto o time paulista briga pelas primeiras posições, os cariocas lutam desesperadamente para fugir da zona de rebaixamento.?Mas nem estamos preocupados com a situação da tabela. O Botafogo tem uma tradição muito grande. Eles sofreram como a gente na Segundona, temos de ter respeito?, diz Magrão.Estevam Soares avisa os seus comandados: ?Não podemos entrar dormindo. Precisamos jogar concentrados, ligados.?O técnico palmeirense quer evitar surpresas como o empate contra o Paraná, 1 a 1, há três rodadas. O Palmeiras também vinha de uma boa seqüência (nos dois últimos jogos, bateu Atlético-PR e Juventude), porém, tropeçou diante de seus torcedores. E deixou de avançar na classificação.?Existiu incompetência na parte psicológica para enfrentar as vaias da nossa torcida. Contra o Atlético Paranaense, só ganhamos porque o time teve atitude. Sem atitude não se vai a lugar nenhum?, afirma Estevam. ?Agora é o momento em que podemos fazer a diferença. Vai ser igual a uma Copa do Mundo. Na primeira fase, acontecem alguns tropeços. A partir daí, os times ficam concentrados, como todos estão agora no Campeonato Brasileiro.?Daniel e Marcinho, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, são os desfalques para hoje. Na vaga do volante, Estevam Soares vai escalar Corrêa. Para atuar ao lado de Nen e Gabriel na defesa, o treinador tem uma dúvida: Gláuber ou Alceu. No ataque, Ricardinho está confirmado. O titular Osmar ainda sente dores no joelho direito e deverá retornar à equipe no sábado, contra o Grêmio, em Porto Alegre.RODADA - Além de Palmeiras e Botafogo, a 38ª rodada do Campeonato Brasileiro terá mais três partidas nesta terça à noite.Num confronto entre dois clubes que lutam pelo título - ou por vaga na Libertadores - o Goiás (7º colocado ) enfrenta o líder Atlético Paranaense em Goiânia. O Cruzeiro (14ª posição) joga contra o Grêmio (23ª) no Mineirão e, num jogo de ameaçados, o Vitória (20º colocado) recebe o Atlético Mineiro (18º). Todos estes jogos começam às 20h30.

Agencia Estado,

26 de outubro de 2004 | 10h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.