Thais Magalhães/CBF
Thais Magalhães/CBF
Imagem Robson Morelli
Colunista
Robson Morelli
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Palmeiras e Corinthians são favoritos diante de São Paulo e Santos nas oitavas da Copa do Brasil

Sorteio colocou frente a frente os quatros clubes paulistas nos jogos eliminatórios da competição, em partidas de ida e volta e com torcida única; Flamengo e Atlético-MG também vão se 'matar' nesta etapa

Robson Morelli, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2022 | 16h18

A Copa do Brasil reservou uma série de rivalidades para a fase de oitavas de final, a próxima da competição. O sorteio na sede da CBF nesta terça-feira colocou frente a frente times e torcidas que jamais poderiam se imaginar nessa etapa. O futebol de São Paulo terá dois clássicos regionais: Palmeiras x São Paulo e Corinthians e Santos. O único senão desses dois jogos diz respeito à torcida única. Somente em São Paulo, as polícias, os clubes e a Federação não conseguiram ainda organizar o futebol de modo a ter duas bandeiras nos grandes jogos. Será torcida única.

Não é uma boa para esses quatro times se enfrentarem nas oitavas. É muito cedo. Todos se conhecem bem. Todos se viram e até jogaram no Paulistão, vencido pelo Palmeiras. A rivalidade é alta e todos eles jogarão para deixar sua torcida feliz. É claro que há favoritos. Para mim, Palmeiras e Corinthians. Mas todos nós sabemos que isso não vale muito em jogos decisivos. O Palmeiras pegou o pior rival paulista que poderia pegar. Apontado como melhor time do Brasil, encara um adversário bem treinado, de jogadores jovens e de muita correria, e que tem em Rogério Ceni uma de suas forças. Mas os são-paulinos estão preocupados também. Não seria demais dizer que o Palmeiras é o bicho-papão da competição.

O Corinthians não tem jogado bem, mas tem sido eficiente. Lidera o Brasileirão e isso dá confiança aos jogadores. O Santos é inferior, mas tem bons atacantes, melhores até do que o rival do Parque São Jorge. Tem, é verdade, menos qualidade no meio de campo e na defesa, embora o setor defensivo cresceu com Bustos. Fico com o Corinthians pela qualidade no meio e de seu elenco. Tem mais alternativas. O Santos joga tudo com o que tem. Pode surpreender na Vila, onde é forte. Não tem dado sorte fora da cidade.

Dois desses bons times ficarão pelo caminho. Nem todos eles se prepararam para avançar. O São Paulo foca mais no Brasileirão, mas não vai abrir mão de um torneio que nunca ganhou. Para o Santos, tudo é lucro. O time está em construção. É o franco atirador dos clubes paulistas. Para mirar a Copa do Brasil, o Corinthians poderá ter de abrir mão do Brasileirão. A decisão ainda não foi tomada. Desses, somente o Palmeiras se preparou para ganhar tudo no ano. Tem mais elenco e opções, um time junto de duas temporadas e alguns bons atletas. Mas não há garantias de nada. O futebol não oferece isso.

Há outro jogo de parar tudo no Brasil: Flamengo x Atlético-MG. Um vai matar o outro. Bom para os rivais que avançarem na Copa. O time de Minas é melhor neste momento. Não se sabe se será mais adiante. O Flamengo tem de parar com suas brigas internas e focar no futebol. Só assim terá chance de passar pelo rival de Belo Horizonte. Se tivesse de apostar, ficaria com o Atlético-MG. Mas sem muita convicção.

Vejo mais equilíbrio nas outras partidas das oitavas, como Fortaleza e Ceará, Atlhetico-PR x Bahia, Goiás x Atlético-GO, Fluminense x Cruzeiro e América-MG x Botafogo. Há duas situações que podem gerar muita reclamação de torcedores. Refiro-me aos times que vão enfrentar rivais da Série B. Se o Bahia ganhar do time de Felipão, vai ter cobrança. A mesma coisa pode acontecer caso o Cruzeiro passe pelo Fluzão. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.