Palmeiras e Etti empatam em Jundiaí

Palmeiras e Etti empataram por 1 a 1, neste sábado, no estádio Jaime Cintra, em Jundiaí. O time da casa saiu na frente, com o gol de Jackson, mas Christian deixou tudo igual. Com o resultado, a equipe palmeirense garantiu a liderança isolada do Torneio Rio-São Paulo, com 27 pontos, enquanto que o Etti manteve suas chances de classificação, agora com 20 pontos. Embalado pela vitória sobre o São Paulo por 4 a 2, na quarta-feira, o Palmeiras contava com os três pontos para garantir a classificação antecipada para as semifinais. Mas a equipe do Parque Antártica só conseguiu jogar um bom futebol a partir da metade do segundo tempo. O meia Alex, que havia sido o herói no clássico da última rodada, ao marcar um gol de placa, demorou para esquentar no jogo. No primeiro tempo, as equipes desperdiçaram várias jogadas de ataque. Depois, na segunda etapa, o jogo ficou bem mais emocionante. Aos 8 minutos, o Etti fez 1 a 0 com o meia Jackson, o mesmo que defendera o Palmeiras nos tempos em que o time era dirigido pelo técnico Luiz Felipe Scolari. No lance do gol, ele tocou a bola para Jean Carlos, na entrada da área, que, fazendo a função de pivô, lhe devolveu o passe. Jackson, então, chutou forte, sem chance para o goleiro Marcos. O time de Jundiaí teve oportunidades para ampliar a vantagem, mas não marcou e deu condição para o Palmeiras reagir. Vanderlei Luxemburgo arriscou tudo o que podia. Com as substituições que fez durante o segundo tempo, o treinador armou um time ofensivo, colocando os atacantes Muñoz, Adriano e Juliano nos lugares de Itamar, Magrão e Claudecir, respectivamente. Assim, de tanto insistir, o Palmeiras acabou empatando aos 37 minutos, com o gol do atacante Christian, após falha do veterano zagueiro Márcio Santos.

Agencia Estado,

23 Março 2002 | 17h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.